Nova DeX dará mais ainda aos Samsung Galaxy S9

Pedro Henrique
Samsung Galaxy S9 Dex
Samsung Galaxy S9 terá nova DeX

A Samsung marcou presença no Mobile World Congress deste ano, em Barcelona. Como não poderia deixar de ser, foram os Samsung Galaxy S9 as estrelas do evento, mas, como seria de esperar, houve quem lhes fizesse companhia, como a DeX.

Com efeito, a DeX - que já tinha sido anunciada no ano anterior com os antecessores dos novos flagships - ganhou uma nova estrutura. Ou seja, uma nova versão, mais aprimorada.

Vê ainda: Android One: Google e Nokia estabelecem parceria para o futuro

Em geral, ficou bem melhor que a DeX anterior e nem foi preciso que a empresa sul-coreana se esforçasse muito para que isso acontecesse. Verdade seja dita, a DeX não foi, de todo, um projeto bem sucedido - tal como aconteceu com o Microsoft Continuum.

DeX não é só mais um acessório para os Samsung Galaxy S9!

Mas porquê? Teoricamente, ainda é cedo - em termos tecnológicos - para que se tente substituir totalmente um PC pelo smartphone. No entanto, se o intuito for fazê-lo apenas ocasionalmente, a DeX deveria servir na perfeição.

Sim, e não. Isto porque, como é sabido por todos os entusiastas de tecnologia, o pad da Samsung complementa-se com um ecrã - de televisão ou monitor -, um teclado e um rato. Ora, o primeiro estará no local onde nos encontrarmos, passe a expressão.

O rato e teclado é que nem por isso. Consequentemente, com os Samsung Galaxy S9, a empresa decidiu que estaria na altura de inverter a DeX. Assim, em vez da mesma colocar o smartphone numa base onde este fica verticalmente, ficará na horizontal pousado sobre ela.

É possível transformar os Samsung Galaxy S9!

Desse modo, o ecrã (grande) de qualquer um dos dois terminais servirá de rato e teclado, simultaneamente, dependendo daquilo que for pretendido pelo utilizador. E aí sim, deixam de ser necessários dois de três acessórios obrigatórios à partida.

Será este o caminho para o sucesso deste acessório da empresa asiática. É relativo. A DeX não é, de forma alguma, um bem que as massas quererão. Com efeito, poderá apenas medir-se esse impacto tendo em consideração o nicho de mercado ao qual se destina.

Mas sim, estou certo que será mais impactante que a primeira versão e, quem sabe se não elevará a Samsung a um novo patamar relacionado com a produtividade acima de tudo.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Nokia acaba de dar uma lição a todos os fabricantes Android

Alcatel revela o Alcatel 3, 3X e Alcatel 3V no MWC

Ecrã do Apple iPhone X Plus terá sido exposto em nova imagem

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.