Netflix vai em breve poder 'atacar' utilizadores que partilha a password

Vitor Urbano
10 Janeiro, 2019

Netflix Partilha de Password

O Netflix é um dos serviços de streaming mais utilizados em todo o mundo, mas tem um problema em comum com todos os seus concorrentes, a partilha de passwords entre utilizadores.

Agora, a empresa britânica Synamedia apresentou uma solução para esse problema que continua a crescer a olhos vistos. Através da implementação de um software com base em tecnologia de inteligência artificial, prometem poupar a estas empresas vários milhões de euros já nos próximos anos.

Vê ainda: Serviço da Apple pode chegar para competir com o Netflix

Com o grande crescimento em popularidade e oferta dos vários serviços de streaming, incluindo o Netflix, são muitos os utilizadores que acabam por partilhar a sua conta com amigos ou familiares.

A partilha de password entre utilizadores do Netflix é já uma prática comum

Ainda que em muitas situações possa parece uma ação inofensiva (ou não...). Esta prática é ilegal e está a custar milhares de milhões de euros todos os anos a estas empresas. Com a implementação desta nova tecnologia na sua plataforma, a Netflix poderá finalmente ter à sua disposição a ferramenta que tanto desejava.

A partilha de password entre utilizadores não será a única situação em que esta nova tecnologia de inteligência artificial poderá ser aplicada. Outro dos problemas atuais do serviço está relacionado com a sua oferta "familiar". Onde os utilizadorescriam contas com moradas falsas de forma a 'enganar' o sistema.

De acordo com a Synamedia, o seu novo sistema de inteligência artificial utiliza machine learning para analisar a atividade de cada conta individualmente. Com o intuito de reconhecer os seus padrões habituais. Ao detetar alterações nestes padrões, procede com o bloqueio imediato da conta.

Netflix Ads Anuncios Publicidade 4gnews streaming Apple itunes

Uma prática 'inofensiva' que custa milhões de euros todos os anos

Assim como relatado pelo Independent, a empresa de análise Parks Associates preve que mais de mil milhões de euros em receitas irão ser 'perdidos' todos os anos. Tudo graças a estas atividades ilícitas por parte dos utilizadores.

Jean Marc Racine - CPO da Synamedia - revela que a partilha de passwords entre utilizadores começou a ganhar proporções demasiado grandes. Os grandes cortes nas receitas tornaram impossível ignorar este problema. Marc Racine acredita que muitos dos utilizadores irão continuar satisfeitos. Mesmo que, necessitem de pagar uma taxa adicional para poder partilhar a sua conta.

De acordo com a empresa britânica, já estão a ser realizados os primeiros testes práticos em alguns serviços. No entanto, acabaram por não revelar quais as plataformas que estão a utilizar para esta primeira fase de testes.

Editores 4gnews recomendam:

Suits – Já há data de regresso da série à Netflix norte-americana

The Punisher – Justiceiro da Marvel regressará à Netflix em janeiro

Netflix implementa medidas para fugir às taxas da Apple no iTunes

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.

Mais na 4gnews

Xiaomi é a exceção à regra e cresce seriamente em 2018
UE multa novamente Google: práticas abusivas de ‘publicidade’ são a causa
Nvidia revela uma tecnologia de edição de imagem que mais parece do futuro (vídeo)
Depois do Allo e Google+, agora o Google Inbox já tem dia de encerramento
Google Maps capta queda aparatosa de homem escadas abaixo
Vodafone, MEO, NOS e NOWO. Esta é a melhor operadora na vossa opinião

Artigos que não podes perder

Como encontrar o telemóvel Android com a ajuda do Google
5 Dicas para ter sucesso no Ultimate Team do FIFA 19 sem gastar dinheiro!
Descobre 10 produtos Xiaomi que valem a pena comprar
10 Dicas da Huawei para tirar melhores fotos com o Smartphone
Onde comprar Xiaomi? As lojas online e físicas com os preços mais baixos
CTT: como fazer desalfandegamento online de encomendas em 3 passos!