Moto G4 plus 3

O Android 7.0 vai estrear-se fora de dispositivos Nexus e os primeiros modelos a receber oficialmente o Nougat a nível mundial serão o Moto G4 e o G4 Plus. As notas de lançamento foram postadas pela Lenovo no seu portal de apoio ao cliente da Índia.

Uma série de melhoramentos chegarão ao Moto G4 e G4 Plus com o Android Nougat. As mais significantes novidades serão a chegada do Doze Mode, que melhora a longevidade da bateria e o modo de divisão de ecrã que permite a utilização de duas aplicações em simultâneo.

   

Vê ainda: Samsung Galaxy S8 com bateria LG?

O Resposta direta (Direct Reply) que permite responder a mensagens recebidas através da notificação da aplicação chegará com um novo e o melhorado agrupamento de notificações, assim como novos emojis e atalhos rápidos para as definições no topo da barra de notificações.

Moto G4 plus 2

Apesar de este anuncio ter sido feito no portal da Índia, espera-se que sejam outras notas de lançamento cheguem aos portais de outros mercados, sendo que será uma questão de tempo até que o mesmo suceda, agora que o pontapé de saída do update foi dado.

A quarta geração do Moto G está no mercado desde o passado mês de Maio e pode ser adquirido em Portugal por um preço a rondar os 239,90€ para o Moto G4 e 279,90€ para o G4 Plus (ambos nas suas versões de 16 GB de memória interna). 

É bom ver que a Lenovo continua com a promessa que a Motorola lançou quando ainda era dominada pela Google e ver os seus terminais a serem dos primeiros do mundo a sofrerem a atualização.

Talvez queiras ver:

D€AL: Aproveita o Xiaomi Mi 5S Plus por 342€ (Promocode de 20€)

Samsung Galaxy C9 Pro é oficial, o primeiro Samsung com 6GB de RAM

Samsung Galaxy S7 edge “Blue Coral” confirmado pela Samsung

Elaborado por colaborador 4gnews Eduardo Silva

ViaAndroid Authority
FonteLenovo
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.