Mini Cooper SE é o elétrico da marca que chega com preço abaixo do Tesla Model 3

Carlos Oliveira
Comentar

O novo Mini Cooper SE estará disponível na Europa a partir dos 34.400€, o que o coloca abaixo do Tesla Model 3. O último está a ser vendido a partir dos 48.900€. Assim, este Mini Cooper SE será um dos elétricos mais acessíveis do mercado, porém, não possuiu a mesma potência que o carro da empresa de Elon Musk.

Para os fãs dos carros Mini, eis que chega a primeira proposta totalmente elétrica da marca. O Mini Cooper SE chegará ao mercado em março de 2020 e conservará as linhas que bem definem os carros da marca.

Mini Cooper SE conta com uma autonomia de até 235 km

Um dos pontos principais de um carro elétrico é a sua autonomia e, neste campo, o Mini Cooper SE não surpreende. Este carro será capaz de percorrer até 235 km numa só carga, o que fica bastante aquém da versão base do Model 3 (409 km).

Já no que respeita ao seu motor, este terá uma potência de 184 cavalos e uma velocidade máxima de 150 km/h. O Mini Cooper SE conseguirá ir dos 0 aos 100 km/h em 7.5 segundos, o que também não surpreende.

Caracteristicas do Mini Cooper SE

  • Autonomia de 235 km
  • Motor com 184 cavalos de potência
  • Velocidade máxima de 150 km/h
  • 0 aos 100 km/h em 7.5 segundos

Em suma, podemos afirmar que o Mini Cooper SE não será o carro ideal para quem procura potência acima de tudo. Não quer dizer que o mesmo não a tenha, mas fica claramente aquém do Model 3.

Ainda assim, este poderá ser um carro interessante para quem procura abraçar a mobilidade elétrica. Os 34.400€ pedidos por ele tornam-no numa proposta bem mais acessível que o modelo base da Tesla.

Editores 4gnews recomendam:

  • Carros da Tesla poderão tornar-se autónomos ainda este ano, afirmou Elon Musk!
  • Tesla: atualização traz mais potência e novas funcionalidades impressionantes!
  • Ford elétrico inspirado no Mustang já tem data de lançamento oficial
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.