Windows 10 Always Connected PCs Microsoft Qualcomm
Windows 10, Qualcomm e Microsoft

O sucesso de um determinado produto depende de várias razões e, mais do que isso, de muitos sujeitos. Os bens da Microsoft não são exceção e, consequentemente, os dispositivos Always Connected PCs com Windows 10 e processadores da Qualcomm terão de receber toda a atenção possível por parte das lojas que os comercializarão.

Estranho? Nem por isso. Afinal, o novo conceito de PC que a empresa de Redmond quer colocar no mercado já este ano precisará de ajuda para poder crescer.

Vê ainda: Samsung já está a apostar nos 7nm para manter a vantagem sobre a Huawei

Dessa forma, mesmo que o público ambicione usar um desses equipamentos – cuja HP e outras empresas já mostraram interesse – é necessário que também os retalhistas adiram a eles. E é disso que se trata o artigo que agora escrevo.

A Qualcomm e a Microsoft têm caminho aberto para fazer crescer o Windows 10…

Com base em novas informações provenientes da própria Qualcomm, empresa que fabricará os processadores dos Always Connected PCs, há já um pequeno leque de empresas dispostas a venderem os equipamentos.

Quais? Ora, como é óbvio, as próprias Microsoft Store – pelo menos aquelas sediadas na Austrália, Reino Unido e Estados Unidos da América. Por outro lado, e talvez a mais fulcral de todas as ajudantes neste processo, a Amazon (US).

Para além disso, também a francesa Fnac entrará no barco comandado pela Microsoft, com o seu Windows 10, e pela Qualcomm. Isto é, a poucos meses de se tornarem adquiríveis para o público, as duas empresas sabem que os seus produtos terão o apoio que necessitam para que consigam alcançar o sucesso que ambicionam.

Será o suficiente? É claro que não, mas não deixa por isso de ser fundamental. Afinal, o sucesso de um produto dependerá da empresa que o fabrica e desenvolve, daquela que o comercializa e, por fim, do consumidor.

Este último, por sua vez, terá todo o direito de considerar o produto como bom ou mau, vê-lo como um bom investimento ou não. Seja como for, até aqui, pode dizer-se que esta é uma aposta ganha pela Microsoft e pela Qualcomm.

No entanto, só o tempo poderá revelar aquilo que realmente acontecerá no futuro que conjuga estas duas organizações em torno do Windows 10.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Câmara-Tripla do HuaweP20 Plus foi revelada em imagem real

Xiaomi Mi 7 deverá chegar com ecrã OLED e “Always On Display”

Google já tem um novo nome para o Android Pay e Google Wallet

Fonte | Via