Home Informática

Microsoft encoraja utilizadores a não usarem Google Chrome ou Firefox

Microsoft Edge Chrome Firefox Windows 10 4gnews
A Microsoft vai começar a avisar os utilizadores para não instalarem o Google Chrome ou Firefox no Windows 10

Ao que parece, a Microsoft acabou por ficar sem mais ideias para conseguir tornar o seu Microsoft Edge o navegador favorito dos seus utilizadores. Por isso, vai começar a seguir caminhos menos éticos para tentar manter os utilizadores “mais fiéis”.

Por enquanto estes avisos parecem estar em fase de testes. Mas o mais certo, é que acabem mesmo por ser apresentados a todos os utilizadores do Windows 10. Certamente que esta não é a estratégia mais correta a seguir, especialmente quando não há dados concretos que suportem as suas afirmações.

Vê ainda: Surface: Novidades estão mesmo ao ‘virar da esquina’

Este novo aviso, deverá chegar como parte da actualização de outubro do Windows 10. Onde os utilizadores que tentarem instalar um browser que não seja o Edge, serão presenteados com um aviso, no mínimo irritante.

O aviso basicamente relembra que têm o Microsoft Edge instalado, e que este é o navegador mais rápido e seguro para o Windows 10. Estas são afirmações bastante pesadas, especialmente quando sabemos que existem browsers bastante mais seguros e rápidos que o da empresa. Mesmo considerando especificamente o Google Chrome e o Firefox.

Microsoft tenta mais uma vez puxar utilizadores para o seu browser, alertando contra o Chrome e Firefox

Este aviso, tem a opção para não ser apresentado no futuro. Mas, mesmo assim parece apresentar-se de forma bastante irritante. Certamente que existem outras formas de promover os seus produtos, mas a empresa parece acabar por optar quase sempre pelas mais intrusivas.

Microsoft Edge Google Chrome Firefox Windows 10 4gnews

Num passado não muito distante, tentou várias vezes “puxar a brasa à sua sardinha” de formas um pouco dúbias. Por exemplo, apresentando notificações no Google Chrome de forma a tentar puxar utilizadores para o Edge. E também a adição de múltiplas aplicações (bloatware) no seu sistema operativo.

Esperemos que o feedback sobre esta implementação seja negativo o suficiente para que a Microsoft decida não disponibilizar o aviso globalmente. Por fim, esta parece apenas ser mais uma tentativa desesperada da empresa, para arrastar os utilizadores para os seus produtos.

Editores 4gnews recomendam:

A Microsoft queria mesmo trazer realidade virtual para a Xbox One

Microsoft Store recebeu novidade para Windows 10 e versão Web

Microsoft permitirá que pedidos na Starbucks sejam pagos com Bitcoin

Fonte | Via

Nascido em Sintra e a viver em Londres, amante do mundo Android desde o velhinho Galaxy S1 e apaixonado por tudo o que tecnologia envolve. No tempo livre o mais importante é sem dúvida família, música, natureza e... Xbox!