Home Android

Os 10 melhores telemóveis chineses a ter em atenção em 2018

Comprar smartphones a partir de lojas online chinesas é uma prática cada vez mais comum (e com sucesso comprovado), mas, dada a vasta oferta de modelos e marcas, é normal que tenhas dúvidas no momento de escolher a opção certa. Para dar uma ajuda, reunimos neste artigo alguns dos melhores telemóveis chineses do momento e dicas que ajudam à compra.

Aqui encontras as especificações principais e os pontos que fazem a diferença em cada smartphone que podemos encomendar a partir da China e noutros modelos de marcas chinesas que se destacam nas lojas físicas e online no nosso mercado. As melhores opções recaem quase sempre nos flagship dos principais fabricantes, naturalmente, mas deixamos também algumas sugestões complementares.

Os 10 melhores telemóveis chineses

Xiaomi Pocophone F1

  • Ecrã: 6,18 polegadas (1.920 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 12 + 5 MP
  • Câmara frontal: 20 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 GB
  • Bateria: 4.000 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: desde 329 euros

É uma das “sensações” do momento entre os smartphones chineses, pois o que não falta são apontamentos de topo num terminal que apresenta um preço fantástico tendo em conta a lista de especificações. Pelo que já tivemos oportunidade de conferir ao vivo, o Pocophone F1 peca apenas na construção, pois muitas das partes e superfícies são em plástico e não em metal e vidro como acontece em vários smartphones mais caros. Funcionalidades como o sensor de impressão digital e o reconhecimento facial não podiam faltar, além de uma bateria de 4.000 mAh.

Honor V10

  • Ecrã: 5,99 polegadas (2.160 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 20 + 16 MP
  • Câmara frontal: 13 MP
  • Processador: Kirin 970
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 3.750 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.0
  • Preço: Desde 349 euros

A marca “irmã” da gigante Huawei é conhecida por ter modelos com excelente relação preço/desempenho/especificações. E Talvez este Honor V10 seja um dos exemplos mais flagrantes disto mesmo, com especial destaque para o ecrã Full HD+ e para o sistema de câmaras: uma dupla câmara traseira com 20 + 16 MP apoiada por inteligência artificial e uma câmara frontal que promete efeitos bokeh de topo. Com 128 GB e o design apurado que conhecemos da Honor, bastante acima da média de preço no segmento.

Xiaomi Black Shark

  • Ecrã: 5,99 polegadas (2.280 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 20 + 12 MP
  • Câmara frontal: 20 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 GB
  • Bateria: 4.000 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: Desde 377 euros

Especialidade: jogos. Tal como acontece com modelos de outras marcas e “nacionalidades” com o Asus ROG e o Razer Phone, por exemplo. Mas este Xiaomi tem um “trunfo” forte e que vale muito: o preço, que pode até baixar dos 400 euros, como acontece no momento em que escrevemos estas linhas.

Os jogadores mais exigentes podem optar pela versão que substituiu os 6 GB + 64 GB por 8 GB + 128 GB (memória RAM e armazenamento, respetivamente) e o foco principal está no Shark GamePad, o controlador que permite aproveitar ao máximo este terminal para jogar (preços estimados a partir dos 23 euros).

Nestes casos é sempre bom mencionar as medidas do smartphone – 161,6 x 75,4 x 9,00 25mm (190 gramas). Fica a saber (ainda) mais sobre o Black Shark nesta caracterização pormenorizada do telemóvel gaming da Xiaomi.

Xiaomi Mi 8

  • Ecrã: 6,21 polegadas (2.248 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 12 + 12 MP
  • Câmara frontal: 20 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 3.400 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: Desde 443 euros

São vários os bons telemóveis Xiaomi disponíveis nos tempos que correm, felizmente. Neste caso do Mi 8, há características que fazem realmente a diferença, desde o ecrã AMOLED Full HD+ até à câmara frontal de 20 MP com sete modos diferentes de fotografar retratos tipo estúdio (sem esquecer o sistema de GPS de dupla frequência L1 + L5).

Quando pensamos que este smartphone é bom, olhar para a versão Explorer Edition traz ainda mais surpresa, graças a funcionalidades como o sensor de impressão digital embutido no ecrã e um “upgrade” para 8 GB de memória RAM.

OnePlus 6

  • Ecrã: 6,28 polegadas (2.280 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 20 + 16 MP
  • Câmara frontal: 16 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 3.300 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: Desde 478 euros

A OnePlus dispensa apresentações, claro, e o OnePlus 6 continua a ser o mais recente (enquanto não chega o 6T…), logo o mais poderoso, de certa forma. Está muito bem equipado tendo em conta o valor abaixo dos 500 euros (o preço oficial em Portugal são 519 euros), a começar pelo duo memória RAM 8 GB + armazenamento 128 GB.

Além disso, o ecrã AMOLED de 6,28 polegadas é referência entre os melhores phablets, em equipa com o processador topo de gama da Qualcomm. A versão mais recente da interface OxygenOS, juntamente com o Android 8.1, marca presença.

Xiaomi Mi Mix 2S

  • Ecrã: 5,99 polegadas (2.160 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 12 + 12 MP
  • Câmara frontal: 5 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 GB
  • Bateria: 3.400 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: Desde 518 euros

Mais um Xiaomi na nossa lista de seleções com boa relação desempenho/preço. O Mi Mix 2S é um telemóvel chinês muito equilibrado, com o processador topo de gama Snapdragon 845 em destaque e uma construção unibody parcialmente em cerâmica e com arestas arredondadas. Características como o sistema de carregamento sem fios compatível com a tecnologia IQ são sempre bem-vindas.

Vivo Nex

  • Ecrã: 6,59 polegadas (2.316 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 12 + 5 MP
  • Câmara frontal: 8 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 4.000 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: Desde 556 euros

Outro excelente terminal made in China com preço relativamente baixo e especificações de topo de gama. O Vivo Nex pode ser incluído na família dos phablets pelo seu ecrã AMOLED Full HD+ de 6,59 polegadas e destaca-se pelo design atrativo, em que o sensor de impressões digitais embutido no ecrã acaba por ser a “cereja no topo do bolo”. O trinómio 128 GB de armazenamento + 8 GB de memória RAM + bateria de 4.000 mAh promete sucesso absoluto.

Meizu 16th Plus

  • Ecrã: 6,5 polegadas (2.160 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 20 + 12 MP
  • Câmara frontal: 20 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 3.640 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.0
  • Preço: Desde 592 euros

A designação Plus à frente deste Meizu 16th não engana: trata-se de um phablet com ecrã Full HD+ e que dá resposta em termos de desempenho com o binómio 8 GB de memória RAM + 128 GB de espaço para armazenamento. Mas há mais a destacar: o ecrã AMOLED vindo das fábricas da Samsung ocupa mais de 91% da superfície frontal do equipamento, a espessura é de apenas 7,3 mm, há um sensor de impressões digitais embutido no ecrã e o som stereo vem de dois altifalantes.

Oppo Find X

  • Ecrã: 6,42 polegadas (2.340 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 20 + 16 MP
  • Câmara frontal: 25 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 3.730 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: Desde 739 euros

Um telemóvel chinês um pouco mais caro, mas que promete desempenho de topo, com uma lista de características muito completa. O design em vidro e metal, com arestas arredondadas, salta à vista. Um corpo com muito bom aspeto, que encaixa muito bem na mão e que complementa da melhor forma o que é capaz de fazer um conjunto de componentes encabeçado pelo processador mais veloz da Qualcomm e 128 GB + 8 GB de espaço e memória RAM. A câmara frontal tem 25 MP.

Huawei Mate 20 Pro

  • Ecrã: 6,9 polegadas (2.244 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Tripla 40 + 24 + 8 MP
  • Câmara frontal: 24 MP
  • Processador: HiSilicon Kirin 980
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 5.000 mAh
  • Sistema operativo: Android 9.0
  • Preço: Desde 1.099 euros
    Preço e especificações por confirmar.

Depois da chegada dos concorrentes da Samsung e da Apple, e sendo a Huawei o segundo maior fabricante mundial de dispositivos móveis, a marca prepara-se para surpreender tudo e todos com um terminal que está a dar muito que falar, é certo: o Mate 20 Pro, que será apresentado a 16 de outubro em Londres.

Conta com o sensor de impressões digitais integrado no ecrã, bem como um sistema triplo na câmara principal (que deverá incluir uma lente grande-angular e zoom ótico assistido por inteligência artificial), Android Pie 9.0 e CPU Kirin 980, entre muitas outras funcionalidades. Aguardemos pelo anúncio oficial para termos confirmações, mas este é desde já um dos melhores telemóveis chineses de sempre, acreditamos, até porque a versão de topo contará com 8 GB de memória RAM e 512 GB de espaço.

Telemóveis de marcas menos conhecidas

Vernee Mars Pro

  • Ecrã: 5,5 polegadas (1.920 x 1.080 px)
  • Câmara principal: 13 MP Sony IMX258
  • Câmara frontal: 5 MP
  • Processador: Helio P25
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 GB
  • Bateria: 3.500 mAh
  • Sistema operativo: Android 7
  • Preço: Desde 174 euros

Os principais atrativos deste Vernee são os 6 GB de memória RAM e o sensor de impressões digitais situado no botão lateral do smartphone, tal como o ecrã AMOLED de 5,5 polegadas Full HD, um bom recurso tendo em conta o preço. O design clean destaca-se pela espessura de 7,6 mm e por a moldura ter apenas 1 mm nas partes laterais.

Umi Z2

  • Ecrã: 6,2 polegadas (2.246 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 16 + 8 MP
  • Câmara frontal: Dual 16 + 8 MP
  • Processador: Helio P23 (MTK6763T)
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 GB
  • Bateria: 3.850 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: Desde 226 euros

É uma câmara dupla de 16 + 8 MP com abertura de f/1.7 que compõe tanto o sistema frontal como traseiro, o que faz com que este Z2 conta assim com um total de quatro câmaras, tal como acontece com o novíssimo Huawei Mate 20 Lite, por exemplo. Neste terminal destaca-se ainda a memória RAM de 6 GB e o sistema de desbloqueio por reconhecimento facial.

Doogee S80

  • Ecrã: 5,99 polegadas (2.160 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 12 + 5 MP
  • Câmara frontal: 16 MP
  • Processador: Helio P23 (MTK6763T)
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 GB
  • Bateria: 10.080 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: Desde 380 euros

Um smartphone especial, de certa forma, pois é visto entre o portfólio da marca como sendo uma opção totalmente destinada aos momentos de aventura, dado o design robusto e a certificação IP68/69, por exemplo. Com sensor de impressões digitais para desbloqueio e uma funcionalidade que é quase única: pode ser usado como walkie-talkie. E a bateria é de 10.080 mAh!

Moto Z2 Force

  • Ecrã: 5,5 polegadas (1.440 x 720 px)
  • Câmara principal: Dual 12 + 12 MP
  • Câmara frontal: 5 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 835
  • Memória RAM: 6 GB
  • Armazenamento: 64 GB
  • Bateria: 3.000 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.0
  • Preço: Desde 399 euros

Estrutura em alumínio, 6 GB de memória RAM e CPU Qualcomm Snapdragon 835. Há telemóveis chineses muito melhores quanto a especificações do que este Z2 Force, mas, entre o catálogo Moto, talvez seja o mais equilibrado.

Smartisan R1

  • Ecrã: 6,17 polegadas (2.242 x 1.080 px)
  • Câmara principal: Dual 20 + 12 MP
  • Câmara frontal: 24 MP
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 845
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 3.600 mAh
  • Sistema operativo: Android 8.1
  • Preço: desde 710 euros

O preço é elevado, mas o conjunto de características não brinca em serviço, desde o processador Snapdragon topo de gama até ao duo 128 GB + 8 GB no espaço para armazenamento e na quantidade de memória RAM. O ecrã de 6,17 Full HD+ ocupa praticamente 90% da superfície frontal deste Smartisan R1.

Os nossos critérios de seleção

Esta nossa seleção baseou-se em três critérios principais: os níveis de desempenho da ferramenta de benchmark mobile AntuTu registados em agosto; a relação preço/qualidade/desempenho (esperado); e a nossa própria experiência enquanto especialistas em smartphones. A ordem estabelecida é em função do preço e não está relacionada com especificações e/ou desempenho.

Como facilmente constatamos, entre estes telemóveis chineses conseguimos encontrar um patamar médio de especificações característicos do modelos topo de gama: câmara principais duplas com gravação de vídeo 4K, CPUs Snapdragon 845, 8 GB de memória RAM, 128 GB de espaço de armazenamento e bateria acima dos 3.500 mAh (com muito modelos a terem mesmo unidades de 4.000 mAh).

Dicas rápidas para comprar telemóveis em sites chineses

  • Já sabemos que a grande vantagem destas compras é o preço face às especificações e ao desempenho que o smartphone pode valer e garantir. Por isso, habitua-te a acompanhar as oscilações de preço e a esperar pela promoção no momento certo. Aqui no 4gnews damos-te toda a informação neste sentido, todos os dias.
  • Para evitar problemas, segue o exemplo de um amigo ou conhecido que tenha recentemente comprado o modelo de telemóvel que procuras. Aconselha-te com ele quanto à seleção de formas de envio e pagamento. Se correu bem com ele, deverá correr bem contigo.
  • Já sabemos que a encomenda irá demorar algum tempo a chegar, mas certifica-te que selecionas as opções de Priority line e armazém com base em países europeus. Assim reduzes o tempo de entrega e a probabilidade de retenção temporária nos serviços alfandegários. Por falar nisso, pode não ser o caso, mas será sempre bom estares preparado para teres de resolver uma paragem nos serviços alfandegários.
  • Lembra-te que a compra de algum smartphones em sites chineses está desde logo a invalidar um eventual eficaz serviço de pós-venda. Os equipamentos têm garantia, claro, mas será sempre moroso e complexo ter de explicar o problema, proceder à devolução, etc. O que recomendamos é que faças um seguro assim que o telemóvel te chegue às mãos, se possível.
  • Dá atenção à compatibilidade de redes móveis do smartphone. Escolhe sempre a versão internacional do mesmo e certifica-te sempre que possível que a interface e o software instalados não estão apenas em idiomas asiáticos.
  • É importante escolher um vendedor de confiança e que tenha já um historial positivo de negócios efetuados. As reviews e comentários abaixo da descrição do produto são uma ajuda fundamental para avaliar a satisfação de compradores anteriores. Da mesma forma, lê completamente e com muita atenção toda a informação que está na página do produto.
  • Tenta escolher um smartphone e uma marca o mais conhecida possível, mesmo que o preço esteja em níveis praticamente irresistíveis.

Como compreendes, existem muitas mais marcas e modelos que eventualmente podiam “caber” num artigo deste género, visto que a oferta de smartphones vindos da China não para de aumentar. Vamos manter esta página o mais atualizada possível, para que possa servir-te de referência constantemente. Se tiveres sugestões adicionais aos terminais que aqui figuram, não hesites em contactar-nos como preferires.

Editores 4gnews recomendam:

Guia essencial para seguir encomendas: sites, apps e dicas

CTT: como fazer desalfandegamento online de encomendas em 3 passos!

5 dicas essenciais para fazer compras online

Especialista em gadgets desportivos, a criar conteúdos desde 2003 e a tentar "absorver" cada vez mais conhecimento todos os dias! Nos tempos livres, o sol e a família têm de ser sempre companhias presentes, de preferência junto à água. E o lema é estar sempre em movimento, não fosse esta também uma forte tendência da indústria dos smartphones, dos gadgets e do mundo tecnológico em geral.