LinkedIn
As 14 melhores de acordo com LinkedIn

Como vem sendo habitual, o grupo LinkedIn elaborou a lista anual onde integra as empresas de que todos querem fazer parte, nos Estados Unidos da América, e, de facto, a maioria delas está relacionada com a tecnologia de que tanto gostas.

Vê também: Há um ano sabíamos como seria o iPhone 7. Como será o iPhone 8?

Esta lista é baseada em três aspetos fundamentais, que são os seguintes: interesse nos postos de trabalho; interesse na marca e colaboradores da empresa; e na relação entre todos os colaboradores. Sendo assim, estas são as 14 escolhidas por parte de LinkedIn.

   

Em 14.º lugar: Oracle. A empresa que desenvolve bases de dados e software empresarial, conta já com 135 000 trabalhadores que, no entanto, se sentem altamente motivados e valorizados pela empresa da Califórnia.

No 13.º posto: Adobe. Se a empresa anterior poderia ser desconhecida para alguns, esta é tudo menos isso. O software que desenvolve com vista à edição de fotografia e design são ferramentas importantíssimas para muitas pessoas em todo o mundo. A Adobe tem, neste momento, 16 500 trabalhadores e também tem origem na Califórnia, mais propriamente em San Jose.

Em 12.º: Twitter. Outra empresa conhecida mundialmente e que, por incrível que pareça, apenas detém 3 500 colaboradores. Também proveniente da Califórnia, desta vez, de San Francisco, o Twitter é a rede social onde se pode interagir com base em mensagens.

Twitter - LinkedIn

11.º, a um lugar do TOP10: Workday. Para quem não conhece, esta empresa tem como atividade principal a venda de software baseado em cloud onde o foco é a satisfação máxima dos utilizadores e nada mais. E adivinha de onde é…Claro, da Califórnia.

Em 10.º: Dell. Uma das maiores fabricantes de computadores do mundo é a primeira a integrar este TOP10, e não provém da Califórnia, mas sim do Texas. A Dell conta já com 145 000 de trabalhadores em todo o mundo.

Na 9.ª posição: Netflix. Para LinkedIn, a empresa produtora de 13 Reasons Why e tanto conteúdo de valor tem cerca de 3 200 trabalhadores espalhados pelo mundo e tem como main business uma plataforma que disponibiliza uma enorme quantidade de filmes e séries, via streaming, através de uma subscrição. Sim, também é da Califórnia.

Netflix - LinkedIn

Número 8: Airbnb. Para muitos, este nome pode ser uma incógnita da qual já ouviram falar. O seu negócio baseia-se numa plataforma para particulares que pretendem arrendar as suas casas ou apartamentos. De facto, tem apenas 2 000 trabalhadores e, tal como o Twitter, vem de San Francisco.

Na 7.ª posição: Apple. A empresa de Cupertino tem já 110 000 trabalhadores em todo o mundo e, como é óbvio, um sucesso enormíssimo no mundo tecnológico, onde apresenta um enorme leque de produtos que todos conhecem, como é o caso do iPhone.

Em 6.º lugar: Tesla. Com cerca de 30 000 colaboradores, e proveniente da Califórnia, a Tesla é uma empresa totalmente virada para o futuro do mundo automóvel, que se caracteriza pela criação de excelentes e inovadores veículos elétricos.

Tesla -LinkedIn

A entrar no TOP5: Uber. Também esta tem que ver com o ramo automóvel, mas de uma forma totalmente distinta. Os 12 000 trabalhadores que a compõe são o que fazem da Uber a mais famosa empresa do seu ramo – pela positiva ou negativa -, ou seja, cuja base de dados, conectada à Internet, permite que qualquer pessoa usufrua de uma viagem de carro para o lugar que quiser.

Número 4: Salesforce. Esta empresa pode ser para muitos um nome que desconhecem. Contudo, tal como a Uber, provém de San Francisco e o seu negócio baseia-se numa base de dados disponível virtualmente que é utilizado pelas restantes empresas para cálculo e estimativa das suas vendas e marketing. Atualmente, tem cerca de 25 000 trabalhadores.

Os escolhidos por LinkedIn para integrar o TOP3

Na 3.ª posição: Facebook. Começava a suspeitar-se que mais cedo ou mais tarde integrasse esta enorme lista. Pois bem, com 17 000 colaboradores, o grupo Facebook caracteriza-se por procurar a inovação constantemente e por possuir a rede social mais utilizada e famosa de todo o mundo.

Em 2.º lugar: Amazon. A empresa que se criou em 1994 em Seattle tem agora cerca de 341 000 trabalhadores. O seu negócio foi evoluindo (e continuará certamente), e caracteriza-se por fazer dela uma das maiores retalhistas do mundo.

No 1.º posto: Alphabet. Bem maior do que aparenta, a empresa que trabalha em conjunto com a Google já tem 72 000 pessoas a trabalharem nela mesma. A Alphabet é umas das várias companhias que, diariamente, ajudam a gigante Google a crescer e, deste modo, percebe-se a escolha para o topo da lista.

Assim, de acordo com o LinkedIn, estas são as 14 melhores empresas de tecnologia onde todos pretendem trabalhar um dia.

Concordas com este estudo? Há alguma empresa que colocarias na lista? Deixa a tua opinião nos comentários.

Outros assuntos relevantes:

Fuchsia não irá substituir o Android, pelos menos por enquanto

Moldes mostram-nos a traseira dos novos iPhone 8, iPhone 7S e 7S Plus

Aplicações Linux são incompatíveis com o Windows 10 S