LG smartphone
A ideia da LG para um smartphone dobrável

Entre outras tecnologias, a ansiedade por um smartphone dobrável é notória no mercado tecnológico. Este é o tipo de equipamento que muitos falam e que cada vez mais marcas indicam ser uma das suas próximas novidades. Tal como a Samsung, Huawei, Apple e Microsoft também a LG quer entrar neste mercado.

Em boa verdade, a LG foi a primeira empresa a apresentar um smartphone com ecrã curvo. O LG G Flex foi o primeiro da sua espécie e embora tenha durado apenas duas gerações ele não passou despercebido.

Vê ainda: Samsung poderá produzir o Qualcomm Snapdragon 855 na litografia 7nm

Mas o mercado dos smartphones dobráveis é completamente diferente. Aqui pretende-se algo que dobre, literalmente, como um qualquer material manipulável. Obviamente que tal não é tarefa fácil tendo em conta os inúmeros componentes que constituem um smartphone.

Por isso mesmo temos vindo a dar de caras com várias patentes mas ainda não vimos ninguém lançar um equipamento do género para o mercado. A Lenovo chegou-nos a apresentar dois protótipos deste tipo de equipamentos, mas estes parecem ter ficados esquecidos na gaveta.

Agora temos a revelação de uma patente da LG, datada de 2016, onde podemos ver a sua ideologia de um smartphone dobrável. As informações foram divulgadas pela World Intellectual Property Organization, a responsável mundial pelo registo de patentes.

A LG já tem aprovada a sua ideia para um smartphone dobrável

Vemos um equipamento com dois ecrãs e que poderão ser dobrados por intermédio de dobradiças. Não é a abordagem mais elegantes mas é, sem dúvida, a mais eficaz. Quando dobrados estes podem ser utilizados de forma independente. Quando combinados podem simular a experiência de leitura de um livro. Isto porque o utilizador poderá ler uma página através de um deles e mudar de página no outro.

Já quando parcialmente dobrados, estes dois ecrãs podem ser utilizados de forma independente por dois utilizadores. E é aqui que entram algumas das suas particularidades. Em primeiro lugar teremos duas baterias e duas câmaras. Em segundo teremos dois jacks de 3.5mm para que cada utilizador possa desfrutar do seu vídeo sem incomodar o outro.

Embora a LG tenha submetido esta patente à WIPO em 2016, ela estava já a olhar para o futuro. A mesma descrevia já um smartphone com um sensor de impressões digitais embutido no ecrã. Uma tecnologia muito esperada no mercado e que só agora começa a surgir.

Numa é demais relembrar que a submissão de uma patente não é sinónimo de um novo produto. O que esta manobra legal significa é a reserva de uma ideia e que a mesma não poderá ser replicada por mais ninguém.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi. CEO sugere o leitor de impressões digitais no ecrã do Xiaomi Mi 7

OnePlus 6. Já sabemos o preço das 3 variantes deste Android

Samsung Galaxy A6 e A6 Plus. Eis as especificações destes Android

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.