LG G7 ThinQ - Review - Uma pérola escondida no mundo Android?

Rui Bacelar
LG G7 Android Oreo Google review
Este é o mais atual topo de gama da tecnológica sul-coreana.

A tecnológica sul-coreana tem uma forte presença no mercado das televisões inteligentes bem como em várias outras áreas. Entre elas temos o mercado dos smartphones, sendo o LG G7 ThinQ o seu flagship ou topo de gama com a plataforma Android.

Apesar de não tão forte quanto outrora neste mercado (smartphones e dispositivos móveis), o LG G7 ThinQ revelou-se uma boa surpresa. Afirma-se sobretudo face aos seus antecessores mas será que consegue fazer frente aos demais topos de gama?

Vê ainda: Samsung Galaxy Note 9 Review – Não é diferente, mas é único

A primeira impressão começa com o "unboxing" do smartphone. Aí encontramos uma caixa com linhas sóbrias bem como o primeiro vislumbre do LG G7 ThinQ. Temos também o seu carregador rápido, auriculares (de qualidade média a elevada), bem como adaptadores para a porta USB do Tipo C.

O primeiro contacto com o LG G7 ThinQ é frio - o vidro e o metal- bem como a surpresa pela sua leveza e facilidade de pegar com uma só mão. O primeiro pensamento que atravessou a minha mente foi "Olha, mas que belo OnePlus 6 light. Isto é, linhas e aspecto similar mas formato mais leve e fácil de pegar e utilizar confortavelmente com uma só mão.

Qualidade de construção

O LG G7 ThinQ tem uma construção em metal (estrutura) e vidro (frente e traseira). O vidro utilizado é o Gorilla Glass 5 da Corning e, por conseguinte, podemos esperar uma boa resistência a riscos e quedas mas claro que eventualmente quebrará. Mais ainda, o smartphone fica facilmente coberto de impressões digitais simplesmente ao pegar no dispositivo em si apesar de ser simples limpar o LG G7 ThinQ.

Salienta-se as suas arestas e cantos arredondados com todas as extremidades a serem muito discretas. Assim sendo temos um terminal muito confortável de utilizar. Estando a câmara colocada ao centro da traseira com um alinhamento vertical.

Certo é que o vidro pode eventualmente quebrar mas não deixa de ser um material premium, da mesma forma que permite o carregamento sem-fios. Ora, isto sim é uma vantagem que se encontra aqui conjugada com o carregamento rápido - Quick Charge 3.0.

O ecrã do LG G7 ThinQ

Tem uma "notch" e não é um painel AMOLED mas será um "mau" ecrã? Longe disso, por vezes temos boas surpresas com os painéis IPS LCD e felizmente este é um deles. Com efeito, temos aqui um display de 6.1 polegadas de diagonal.

A nível de resolução temos 1440 x 3120, portanto o padrão Quad-HD+ com o ratio 19.5:9. Na prática temos aqui um ecrã alto e estreito, um dos mais estreitos do mercado e algo que o torna facilmente utilizável com uma só mão.

LG G7 ThinQ Android
Ecrã extremamente brilhante, chegando perto dos 1000nits.

A reprodução de cor é simplesmente excelente do mesmo modo que o contraste nos deixa surpreendidos pela positiva. Já para não falar do brilho máximo do LG G7 ThinQ que chega perto dos 1000nits, algo que o torna perfeitamente utilizável mesmo sob a luz do sol.

Louva-se ainda o valor de brilho mínimo, um dinamismo muito positivo para este ecrã IPS LCD da LG. Ainda assim, nota-se que não é um ecrã AMOLED quando (sobretudo à noite). Sobretudo com o modo "Always On" ilumina todo o ecrã. Por conseguinte, é na reprodução de pretos que vemos os inconvenientes dos ecrãs IPS. Sobretudo ao iluminar todo o painel, acabam por consumir um pouco mais de energia.

Ainda assim, por muito bom que seja (e é) este ecrã, não é um AMOLED. Por conseguinte, é normal que o consumidor fique um pouco de pé atrás pois sentimos que neste aspecto não é tão bom quanto a concorrência sul-coreana.

Câmara dupla (e inteligente) no LG G7 ThinQ

No entanto, atualmente raro é o smartphone Android que não apresenta uma câmara dupla. Seja um topo de gama ou mesmo um smartphone Android de gama média (ou baixa). Por isso mesmo, como é que se destaca esta câmara do LG G7 ThinQ dos demais?

LG G7 ThinQ Android
São duas as câmaras que adornam a sua traseira.

O primeiro sensor apresenta uma resolução de 16 MP. Conta ainda com uma abertura focal de f/1.6 e uma lente equivalente a 30mm. Temos ainda OIS (estabilização ótica da imagem), PDAF e laser AF (autofocus).

O segundo sensor, auxiliar, conta com uma resolução de 16 MP, bem como uma abertura focal de f/1.9. É também esta câmara que nos dá um dos maiores trunfos do LG G7 ThinQ. Temos aqui uma lente equivalente a 16mm que nos dá uma grande angular.

É esta a pedra de toque deste smartphone Android, a possibilidade de capturar mais em cada foto. Ótimo para paisagens ou para fotografias de grupo, podendo ser considerada a ferramenta oposta ao zoom ótico.

Google Lens e câmara "inteligente" no LG G7 ThinQ

O LG G7 ThinQ tornou-se num dos primeiros smartphones Android a incorporar a tecnologia Google Lens. Um modo que encontrarás dentro da câmara fotográfica (ou com um duplo clique no botão da Google Assistant).

LG G7 ThinQ Android review 1
Ecrã destaca-se pelo brilho máximo, uma mais valia ao ar livre.

Na prática, o Google Lens dá-te pequenos cartões de informação relativamente ao objecto apresentado no ecrã. Pode revelar-se uma ferramenta útil sobretudo quando precisamos de alguma tradução e/ou informação relativamente a um produto, a título de exemplo.

Já a câmara inteligente (IA) é capaz de reconhecer automaticamente o cenário diante de si e, dessa maneira, ajustar as definições da câmara. Algo que necessita de uma boa dose de processamento e se traduz numa experiência repleta de soluços e alguma lentidão.

Modo "IA" é eficaz mas é notoriamente lento

Apesar de o resultado final ser aprazível e, em suma, cumprir o objectivo a que se propõe, é também um teste á paciência e perseverança do utilizador. Em seguida podemos ver a mesma imagem - apenas redimensionada - no Modo Automático e Modo "IA".

LG-G7-ThinQ-modo-auto.jpgLG-G7-ThinQ-modo-IA.jpg

Algo que efetivamente se destaca pela positiva neste smartphone Android é a grande angular, isto é, a possibilidade de incluir mais em cada foto. Aí sim, o LG G7 ThinQ destaca-se da concorrência, tal como tem feito em gerações anteriores.

Mais ainda, o modo manual, tanto para vídeo como para fotografia é outra das suas mais valias. Todavia, o resultado final, principalmente no quesito fotográfico deixa algo a desejar. Os resultados são competentes mas não são tão bons como os demais topos de gama.

Como é a performance do LG G7 ThinQ?

Aqui, tal como seria de esperar de um topo de gama e deste processador da Qualcomm a performance é extremamente agradável. Todo e qualquer jogo correrá na perfeição, com uma navegação entre menus completamente fluída.

LG G7 ThinQ Android
Este é o novo topo de gama da tecnológica sul-coreana.

Temos a interface (UI ou user interface) da própria marca neste topo de gama Android, a LG UX. Esta é extremamente abrangente e apesar de estar mais simples, mais leve e contemporânea poderá não ser do agrado de todo e qualquer utilizador.

Não é o smartphone mais rápido que já aqui testamos e isso pode dever-se a dois factores - a RAM e a UI (interface). Ainda assim, este smartphone Android dará conta do recado em toda e qualquer tarefa que dele possas exigir. Este ano não temos compromissos neste quesito.

As suas especificações num vislumbre:

  • Ecrã de 6,1 polegadas IPS LCD;
  • Resolução Quad-HD+;
  • Processador Snapdragon 845 da Qualcomm
  • 4GB/6GB de memória RAM (testado de 4GB);
  • 64/128GB de armazenamento interno expansível
  • Bateria de 3000 mAh;
  • Câmara traseira de 16MP+16MP, uma delas com grande angular;
  • Câmara frontal de 8MP;
  • Dual-SIM;
  • Certificado IP68;
  • Carregamento rápido.
LG G7 ThinQ Android review 1
O resultado dos testes vai ao encontro das suas características técnicas.

O sistema operativo utilizado pelo LG G7 ThinQ é o Android Oreo da Google, a 8ª versão deste OS para dispositivos móveis. Receberá, muito provavelmente, a próxima versão, o Android Pie logo que este esteja disponível.

Os extras...a tecnologia BoomBox

Aliado ao quad-DAC (digital to analog converter), o smartphone Android apresenta-nos um único altifalante na sua aresta inferior. A marca apelida todo o conjunto composto pelo altifalante e pela caixa de ressonância de "BoomBox".

Ora, isto é algo que dificilmente conseguiremos expressar por meras palavras. Tem um ótimo volume e mínima distorção do som, mesmo em níveis elevados. Todavia, é quando pousamos o LG G7 ThinQ numa superfície como uma mesa que a "magia" entra em ação.

Todo o palco sonoro é imediatamente ampliado, tornando-se o som incrivelmente rico para um smartphone. Esta foi uma das maiores surpresas que tive no smartphone e, apesar de pouco utilizar esta função, devo dizer que foi uma boa revelação.

LG G7 ThinQ Android review 1
O "quad-DAC" e os auriculares incluídos.

Temos também um carregador rápido incluído na caixa do smartphone bem como uns auriculares de qualidade considerável. Em suma, todo o LG G7 ThinQ é orientado para o consumo de multimédia com particular destaque para a música / som.

Como é a autonomia de bateria deste smartphone Android?

Numa só palavra - medíocre. O LG G7 ThinQ vem equipado com uma bateria com 3000mAh de capacidade. Conta com um processador bastante eficaz mas com um ecrã algo sedento de energia e o resultado acaba por ser uma autonomia medíocre.

Não nos deixa ficar mal a meio do dia mas todos os dias terás que o carregar para evitar surpresas inconvenientes. Felizmente temos aqui a possibilidade de carregamento sem-fios, bem como o carregamento rápido - Quick Charge 3.0.

Ainda assim, num dia de utilização intensa - jogos (1 hora), YouTube (1,5 horas), dados, Bluetooth e localização ativa terás que o carregar logo no final do dia. Em suma, o smartphone Android não brilha neste quesito mas também não desilude.

LG G7 ThinQ Android
Uma notória evolução face ao seu antecessor.

Acrescentando a isto a flexibilidade do carregamento sem-fios e temos aqui uma ténue compensação. Ainda assim gostaria de ter uma bateria de maior capacidade e/ou uma autonomia mais duradoura.

Conclusão...evolução!

Fiquei feliz com este LG G7 ThinQ. Feliz por ver as minhas expectativas superadas face às gerações anteriores desta linha de topos de gama. Gostei de descobrir e este smartphone Android e particularmente da sua grande angular.

Ainda assim foram as suas linhas, qualidade de construção e leveza que me conquistaram - já para não falar do belo azul. Todavia, indo além das aparências e olhando para as demais marcas e concorrentes o cenário já não é tão idílico.

LG G7 ThinQ Android
Muito melhorou na linha "G" mas será o suficiente?

Para a marca o LG G7 ThinQ é um enorme feito, um ótimo produto, um passo na direção certa. Para o mercado Android e mercado de dispositivos móveis o LG G7 ThinQ é apenas mais um produto.

Numa nota pessoal sinto que o LG G7 ThinQ não se destaca por ter um preço competitivo. Esse reino pertence à OnePlus e Xiaomi. Não se destaca por ter a melhor câmara fotográfica, estando a Huawei neste momento na liderança. Tão pouco é o melhor "all around" e combinação apelativa como um Galaxy S9 ou iPhone X.

Em suma, por muito que goste deste LG G7 ThinQ e reconheça um grande amadurecimento na marca e nos seus produtos, a menos que o seu preço baixe dificilmente seria a minha escolha.

Editores 4gnews recomendam:

Motorola Moto G6 – Escolha sólida e segura por cerca de 300€ – Análise

Xiaomi Mi Mix 2S Review: Um smartphone quase perfeito

Huawei P20 Pro Review | Um topo de gama, quase lá

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.