Jovem de 20 anos morre após 45 dias seguidos de PUBG Mobile

António Guimarães

Recentemente falámos de vários acontecimentos dramáticos na Índia relacionados com o PUBG Mobile, incluindo a morte de dois jovens apanhados por um comboio.

Infelizmente existe mais uma tragédia a adicionar pois um rapaz 20 anos na Índia morreu após uma maratona de 45 dias seguidos de PUBG Mobile. O jovem era residente da cidade indiana de Hyderabad.

pubg mobile

De acordo com os relatórios locais, o jovem desenvolveu sérias dores no pescoço após jogar durante tanto tempo. Eventualmente foi tratado num hospital da cidade.

Como é possível alguém morrer de forma tão absurda?

Os médicos que o trataram no hospital afirmaram que os nervos no pescoço do jovem estavam completamente danificados após tantas horas seguidas. Não foi relatado se foi essa a causa da morte em específico mas certamente contribuiu.

Há umas semanas falámos de como 10 jovens foram presos por jogar PUBG Mobile devido a uma lei implementada na Índia que proibe o jogo por completo.

Na sequência desses acontecimentos, o famoso Battle Royale implementou um limite diário de 6 horas para os jogadores. Esta medida serve para evitar mortes como a que estamos a falar.

Parece que afinal o governo indiano tem razões legítimas para se preocupar com o PUBG Mobile. Mas a culpa não é tanto do jogo como das pessoas.

pubg mobile

Como é possível que durante 45 dias ninguém verifique o estado de um jovem de 20 anos? Não se sabe se ele vivia sozinho mas andar mais do que um mês seguido preso a um jogo levanta suspeitas.

Amigos ou familiares podiam ter intervido na situação, digo eu. Colegas de trabalho ou escola, seja quem for. Simplesmente não é normal que um ser humano consiga 'suicidar-se' a jogar um jogo durante 45 dias.

Esperemos que o limite diário e as leis rígidas da Índia consigam resolver isto. Caso contrário o país tem um problema recorrente de vício na sua população de jovens adultos.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.