Jogos PlayStation vão inspirar filmes e séries da Sony Pictures

Abílio Rodrigues
Comentar

A Sony Pictures vai começar a abraçar de forma mais intencional as franquias de videojogos produzidas em exclusivo para as consolas PlayStation.

o CEO da Sony Pictures revelou que, depois do filme dedicado a Uncharted, com Tom Holland no papel de Nathan Drake, a companhia vai começar a integrar todos os seus ramos no desenvolvimento de conteúdos para televisão e cinema.

Jogos PlayStation vão dar origem a mais filmes e séries

Imagem do filme de Uncharted

Em cima da mesa estão já três novos filmes e sete séries televisivas, todos inspirados nas principais propriedades da PlayStation.

Os projetos ficam a cargo da PlayStation Productions, divisão criada precisamente para promover e auxiliar a transição das maiores franquias da marca das consolas para todos os outros tipos de ecrã.

Tony Vinciquerra escusou-se a revelar os nomes dos projetos, mas uma série de The Last of Us já terá sido encomendada pela HBO. Craig Mazin, criador da série Chernobyl e escritor do filme de Borderlands, será o produtor executivo da série contando com o auxílio de Neil Druckmann, diretor criativo da Naughty Dog.

Filmes PlayStation são para estrear no cinema

Ao contrário do que têm feito alguns dos grandes estúdios da indústria do cinema, a Sony Pictures não pretende estrear estes projetos inspirados em videojogos nas plataformas de streaming.

Vinciquerra acredita que é importante colocar os filmes nos cinemas, olhando com bons olhos para uma janela de 30 dias até chegarem a serviços como HBO ou Netflix.

O executivo acredita que, num cenário de normalidade, os cinemas são o local que permite oferecer a melhor experiência às pessoas, mas que do ponto de vista financeiro a Sony não pode rejeitar a cedência de direitos às novas plataformas, com a vantagem de tornar o conteúdo ainda mais acessível.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.