Home Android

Huawei P20 Pro não deve ser utilizado sem película de proteção do ecrã

A falta (presumida) do vidro Gorilla Glass da Corning é a principal culpada para este resultado infeliz.

Huawei P20 Pro Android Oreo Google
Este é o mais recente topo de gama da fabricante chinesa com o sistema operativo Android Oreo da Google.

O Huawei P20 Pro é o mais recente smartphone Android da 3º maior fabricante mundial de dispositivos móveis. Agora, foi posto à prova no canal de YouTube JerryRigEverything onde o senhor Zach, anfitrião, submete o smartphone ao seu teste de durabilidade.

Equipado com um ecrã de 6.1 polegadas, AMOLED com resolução Full-HD+, portanto 1080×2240 pixéis, o Huawei P20 Pro é uma das melhores apostas no mercado Android. Caracteriza-se também pelo seu ecrã com formato 18.7:9 que aqui é colocado à prova no teste de durabilidade.

Vê ainda: Android P: Tudo o que mudará com o novo software da Google

Os testes de durabilidade incluem três fases. A primeira sendo o teste de resistência do seu ecrã aos riscos, simulando o comportamento do ecrã perante as várias adversidades do dia-a-dia, desde uma queda até ao transporte no bolso.

Em seguida temos o teste da chama onde já não simula condições da vida real mas visa apurar o comportamento do ecrã face ao calor intenso. Por último temos o teste de ductibilidade ou flexão do smartphone Android.

O Huawei P20 Pro é submetido ao teste de durabilidade do canal JerryRigEverything 

Nesta última etapa o Huawei P20 Pro é submetido a uma grande força para apurar a sua qualidade de construção, durabilidade e robustez geral. Ora, no decurso deste teste podemos ver que o Huawei P20 Pro traz uma película de plástico aplicada no seu ecrã. A mesma é removida para que o ecrã possa ser submetido ao teste de dureza. Aí, o YouTuber utiliza diversas canetas que simulam os diferentes graus de dureza da escala de Mohs. É aqui que temos a primeira surpresa, pouco positiva. Segue-se o vídeo:

Note-se que ao contrário do topo de gama de 2017, o Huawei P10, o novo Huawei P20 não conta com o vidro Gorilla Glass da Corning. Esta é a causa apontada por Zach para este vidro utilizado riscar quando é utilizada a caneta número 6.

Em seguida com o teste da chama o ecrã AMOLED porta-se como todos os demais ecrãs AMOLED. Os pixéis ficam brancos, não recuperando na sua maioria. Aqui, dentro da norma para este tipo de displays.

Huawei P20 Pro não lista qualquer tipo de vidro Gorilla Glass

Em seguida, na última etapa (teste de ductibilidade) ou torção, o Huawei P20 Pro revela a sua fraqueza. O vidro quebrou exatamente no ponto onde tinha sido riscado na primeira etapa do ciclo de testes a este smartphone Android.

Aqui o senhor Zach afirma já ter testado e submetido mais de 100 smartphones a este mesmo teste. Todos eles segundo o mesmo protocolo e o Huawei P20 Pro foi um dos poucos cujo vidro frontal quebrou imediatamente após ser aplicada pressão.

Xiaomi Mi MIX 2S Huawei P20 Pro Android Oreo
Este é o alinhamento de cores e novos produtos apresentados em março pela fabricante chinesa, a Huawei.

Note-se que todo o smartphone Android é construído em vidro. Todavia, apenas a sua parte frontal, apenas o vidro que cobre o ecrã é que estalou quando submetido à pressão. O resto do smartphone, tal com o seu funcionamento não apresentou qualquer dano visível.

O utilizador deverá manter a película no ecrã do seu smartphone Android

No decurso do teste o Huawei P20 Pro demonstrou ainda ser bem sólido. Isto devido à sua estrutura metálica e aos botões metálicos. Também a suas três lentes na traseira não riscam com facilidade, bem como a lente da câmara frontal.

Em suma, única mas notória falha apontada pelo teste de durabilidade é a falta de um vidro resistente como o Gorilla Glass da Corning. A sua falta resultou na quebra do vidro frontal, não resultando em danos para o funcionamento do smartphone Android.

Já por outro lado, Zach salienta que este tipo de danos pode ocorrer mesmo quando o utilizador tem o smartphone no bolso. Posto isto somos levados a concluir que não deverás retirar a película de proteção. Algo que já vem aplicada no Huawei P20 Pro.

A durabilidade deste smartphone Android

Isto é, a menos que a planeies substituir por outra ou planeies instalar uma alternativa como uma película em vidro. Alguns utilizadores poderão não gostar do feel e do feedback dado pela película aplicada de origem no seu Huawei P20 Pro.

Huawei P20 Pro iFixit Android
Todo o smartphone está bem protegido, contando este terminal com certificação IP67 ©iFixit

No geral, Zach não ficou surpreendido com a sua durabilidade. Salientando apenas a certificação IP67 do smartphone, a resistência à água. Todavia, a falta de um vidro mais resistente é sem dúvida um lapso a ser apontado.

Importa avisar o utilizador para a necessidade de ter uma película no ecrã, seja ela de vidro ou de plástico. Caso contrário o ecrã do Huawei P20 Pro poderá ser relativamente fácil de riscar.

O Huawei P20 Pro utiliza o processador HiSilicon Kirin 970 da própria marca, juntamente com 6GB de memória RAM. Conta ainda com 128GB de memória interna, sem possibilidade de expansão. A versão do sistema operativo utilizado é o Android Oreo com a EMUI 8.

Todavia, o grande destaque vai para a sua câmara tripla com 40MP + 20MP + 8MP. Temos também uma câmara frontal de 24MP e uma bateria de 4000mAh.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi está a desenvolver dois smartphones com o Android One da Google

Samsung Galaxy A6 e Galaxy A6+: Eis os seus preços e especificações

Xiaomi Mi 7 será apresentado oficialmente no dia 23 de Maio

Fonte |

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).