Xiaomi está a desenvolver dois smartphones com o Android One da Google

Rui Bacelar
Graças à análise dos ficheiros de sistema sabemos agora que teremos dois terminais com este sistema.

Depois de termos ficado a conhecer o Xiaomioperativo Android Oreo.

Vê ainda: e Assistant “empresta” a sua Inteligência Artificial ao novo Gmail

Com efeito, este dispositivo com um ecrã de 5.99 polegadas, resolução Full-HD+, formato 18:9 e ecrã LCD será lançado nos mercados internacionais com o Android One da Google. Uma decisão justificada pelo sucesso do atual Mi A1, apresentado em setembro último.

Espera-se ainda que o Xiaomi Mi A2 mantenha as câmaras duplas de 20MP+12MP na traseira e a câmara frontal de 20MP. De igual forma, acreditamos que esteja disponível com 4GB ou 6GB de memória RAM e pelo menos 64GB ou 128GB de memória interna.

Xiaomi trará dois novos smartphones com Android One

Por outras palavras, este primeiro de dois smartphones com o Android One da Google será exatamente o mesmo terminal que o em ocasião anterior. Neste momento esta é a única certeza, a marca ficou impressionada com o sucesso do Mi A1 e está a trabalhar no seu sucessor. Ou melhor, sucessores.

Que dispositivos da fabricante chinesa gostarias de ver a chegar oficialmente a Portugal? Deixa-nos a tua opinião.

Agora, segundo o portal XDA Developers, teremos dois novos smartphones com o Android One da Google. O primeiro, identificado pelo nome de código “jasmine_sprout”, será o sucessor do Xiaomi Mi A1. Isto uma vez que o nome de código deste era “tissot_sprout”.

Tal como salienta este porta, o sufixo “sprout” representa um dispositivo pertencente à família de dispositivos com o Android One da Google. Posto isto, agora surgiu um novo ficheiro de firmware (software de sistema) com a referência ao “jasmine_sprout”.

Este dispositivo de segunda geração confirma assim o seu nome e existência nos ficheiros de sistema. Apresentando em seguida o portal XDA várias razões para justificar a sua afirmação de que este terminal trará o Android One da Google.

"Jasmine_sprout", um dos próximos smartphones com Android One da Google

A confirmação do nome de código de um dos smartphones da próxima geração. ©XDADevelopers

Entre as razões citadas está a familiaridade deste sufixo “sprout” na primeira geração (Mi A1). Além disso citam a total ausência de referências a aplicações (Apps) da MIUI presentes na compilação de firmware. Mais ainda, citam a presença de uma framework e aplicações de sistema nativas do Android puro, entre outras.

O seu nome, apesar de expectável, ainda não foi confirmado pela fabricante chinesa. Já por outro lado, a presença da plataforma móvel Snapdragon 660 da Qualcomm foi confirmada pelos ficheiros de sistema. Mais concretamente pelas referências ao SoC nos ficheiros build.prop e mmi.xml.

Os nomes dos smartphones com Android One permanecem desconhecidos

Graças à sua análise dos ficheiros de sistema vimos também referências ao mesmo hardware de câmara presente no Xiaomi Mi 6X. Com efeito, teremos aqui o mesmo sensor fotográfico Sony IMX376 de 20MP para a câmara frontal. O mesmo deverá suceder com a câmara traseira.

Note-se que, tal como frisa este portal uma e outra vez. Isto não nos permite chamar Xiaomi Mi A2 a este smartphone. Apesar de ser provável, para já ainda não existem provas concretas do seu nome. Todavia, sabemos as suas características técnicas e que trará o sistema Android One da Google, já com suporte para o Projeto Treble.

Na imagem temos o Redmi 5A, um dos smartphones mais modestos da Xiaomi

Teremos um Xiaomi Redmi com o Android One da Google?

Tal como avança este portal teremos um total de dois novos smartphones com o Android One da Google. Algo que foi fortemente sugerido por Lei Jun, CEO da Xiaomi. Todavia, foi cuidadoso ao ponto de não revelar demasiado na altura. As suas declarações foram as seguintes:

"Sim, planeamos lançar mais smartphones Android One. Alguns dos nossos utilizadores na Índia parecem gostar do Android stock. Nós estamos dispostos a trazer mais smartphones com esta plataforma. Incluindo a série Redmi", declarações de Lei Jun, CEO da Xiaomi.

Mais uma vez, apesar de não termos uma confirmação oficial da existência de um Xiaomi Redmi (gama baixa / entrada) com esta plataforma. É extremamente provável que tal venha a acontecer. Os indícios para tal são bastante fortes.

"Daisy_sprout", um dos próximos smartphones com Android One da Google

Apesar de o nome deste dispositivo da linha Redmi ainda não ter um nome oficial, o seu nome de código será “daisy_sprout”. Este será o segundo dos próximos smartphones com esta plataforma da Google, tal como salienta o portal XDA Developers.

Será mais modesto e utilizará um processador menos poderoso mas já familiar aos utilizadores do Mi A1. Com efeito, teremos aqui a plataforma móvel vimos, o Xiaomi Redmi S2. Este sim, deverá chegar também a Portugal.

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.