Huawei Mate 50 Pro pode ser um indesejado regresso ao passado

Carlos Oliveira
Comentar

Como já noticiamos em ocasião anterior, a Huawei prepara o lançamento do próximo topo de gama Huawei Mate 50 Pro. Este novo dispositivo Android chegará em julho e terá de se destacar mediante todas as dificuldades que a empresa enfrenta.

Contudo, se os mais recentes renders do equipamento se confirmarem, não será pelo design que o Mate 50 Pro conseguirá essa posição de destaque. Tudo porque aquilo que vemos nas imagens é um regresso ao passado que poucos desejam.

Huawei Mate 50 Pro faz lembrar o Huawei Mate 20 Pro

As imagens em causa foram partilhadas por HoiINDI, revelando o possível design do Huawei Mate 50 Pro. Todavia, para desânimo dos fãs da tecnológica chinesa, temos o regresso da controversa notch no ecrã do smartphone.

Esta opção faz-nos recuar até 2018 quando a empresa lançou para o mercado o Huawei Mate 20 Pro. Também esse dispositivo contou com uma notch e laterais curvas, os principais traços do ecrã retratados nestas imagens.

É na traseira que vemos diferenças face ao topo de gama lançado em 2018. As imagens conceptuais divulgadas para o Mate 50 Pro contemplam um módulo redondo para a câmara do smartphone.

De acordo com as imagens partilhadas, este módulo contará com cinco lentes dispostas em dois círculos evocativos do design do Huawei P50. Curiosamente, vemos uma referência à Leica neste módulo.

Huawei Mate 50 Pro

É importante salientar que as imagens divulgadas não são oficiais, até porque a parceria entre a Leica e a Huawei terminou em finais de 2021. Não sabemos se ambas as marcas renovaram esse acordo, ademais pelo facto de a alemã estar a ser constantemente ligada à Xiaomi.

Segundo os rumores, o Huawei Mate 50 Pro será desvendado em julho próximo. No seu interior encontraremos o processador Snapdragon 8 Gen 1, possivelmente sem compatibilidade com redes 5G.

Será este o smartphone que estreará o HarmonyOS 3.0. Esta é a próxima iteração da alternativa da Huawei ao Android que terá grande foco na comunicação dos vários produtos desenvolvidos pela chinesa.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.