Huawei desafia Apple: "MateBook X Pro é melhor do que os MacBooks"

Pedro Alves
Tempo de leitura: 1 min.

Por vezes a melhor forma de promover rapidamente um produto é mesmo compará-lo com um produto idêntico de uma marca concorrente, sobretudo quando essa concorrência é uma referência do mercado.

Foi o que fez um responsável da Huawei nas Filipinas durante o recente lançamento de portáteis MateBook, ao defender que algumas características do novo MateBook X Pro o tornam “melhore que os modelos MacBook”.

Salvo algumas exceções, as comparações entre equipamentos informáticos serão sempre subjetivas, sobretudo quando se centram em máquinas com características, configurações, tipos de utilização e preços distintos - e, já agora, Sistemas Operativos diferentes.

Mas a verdade é que a coragem de Gary Wong, representante da Huawei Filipinas, já teve um resultado: as suas palavras, divulgadas pela ABS-CBN News, estão a ser reproduzidas um pouco por todo o mundo.

Huawei MateBook X Pro
Huawei MateBook X Pro atualmente em catálogo.
Imagem: Huawei

Potência num corpo com 980 gramas

O novo MateBook X Pro possui um corpo com design ultrafino e caixa em metal, com um peso de 980 gramas. No interior guarda um processador Intel Core Ultra 9, monitor OLED de 14 polegadas, “tecnologia de Inteligência Artificial e outras funcionalidades high-end".

Segundo o representante da Huawei, estas características serão suficientes para sustentar a tal comparação:

“Tipicamente são 360 gramas a menos que o MacBook Air. É mais leve que o ar (air). Também comparado com o iPad 11, é também mais leve que o iPad 11. E comparado com outros laptops com design slim, é muito mais robusto. É mais robusto que o [MacBook] Pro, com um desempenho mais potente que o MacBook Pro”.

Para avaliarmos de forma mais exata a comparação deste responsável da Huawei nas Filipinas, teríamos de conhecer todas as características técnicas dos vários modelos e, sobretudo, o preço. E, neste caso, Gary Wong refere que apenas será divulgado “nos próximos meses”. Para já a ABS-CBN News avança com um valor um pouco acima dos 2 mil euros (129.000 pesos filipinos), embora o fabricante admita que o preço possa vir a mudar.

Pedro Alves
À paixão da escrita juntou a da Tecnologia e fez disso profissão durante duas décadas.