Huawei continua a crescer e bate recordes, mesmo com o problema dos EUA

Filipe Alves
Comentar

Poucos são aqueles que estão indiferentes ao problema da proibição dos EUA à Huawei. De uma forma simples, Donald Trump - Presidente dos Estados Unidos da América - proibiu as empresas americanas de fazer negócio com a Huawei devido a receio de espionagem. Contudo, parece que mesmo assim a Huawei continua a crescer.

Na apresentação do seu novo smartphone, Nova 5, um executivo da marca chinesa saltou ao palco para partilhar alguns dados de vendas. Segundo o informado, a Huawei conseguiu até ao dia 30 de maio vender 100 milhões de smartphones.

Huawei

Os números de vendas da Huawei impressionam

Este é um número é simplesmente impressionante. Isto porque a marca está a ser atacada por todos os lados e mesmo assim consegue bater o seu recorde pessoal ao vender mais smartphones que no ano passado por esta altura.

Em forma de curiosidade

  • Huawei vende, em média, 746 mil equipamentos por dia
  • Marca vende 7 smartphones a cada segundo
  • Alcançou o mesmo número do ano passado 49 dias antes

Será que conseguirá ultrapassar a Samsung em 2019?

Já o CEO da marca referiu que, devido a este problema com o governo americano, que não deverão ultrapassar a Samsung na data prevista. A Huawei acreditava que 2019 ia ser o ano que a marca mais se aproximaria da concorrente e que 2020 seria o ano da revolução.

Mesmo assim, temos de ter em consideração que estes números são à mesma impressionantes. Ou seja, mesmo com este problema, é perfeitamente plausível que a Huawei consiga alcançar os seus objetivos.

Temos ainda de ter em conta que mesmo com estes novos recordes a Huawei continua longe de mercados que valem ouro. O mercado Americano parece impossível de explorar, porém, só agora é que a fabricante entrou no Brasil. Um mercado com 240 milhões de pessoas que adoram tecnologia e bons preços. Ou seja, esta batalha ainda vai dar muito que falar.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.