Huawei bate novos recordes e cresce 15% no primeiro semestre de 2018

Rui Bacelar
Huawei Y3 (2018) Huawei Y5 Prime Huawei Y6 (2018) Xiaomi EUA Huawei P20 câmara DSLR
A fabricante chinesa apresentou resultados muito positivos. ©reuters

Chegamos a uma das mais interessantes semanas de todo o ano. Altura em que as marcas e as agências de análise de mercado como a Counterpoint publicam os seus relatórios. Graças a estes podemos ver a performance de várias marcas durante os últimos 3 a 6 meses. Agora, chegou a hora de olhar para o desempenho da maior fabricante Android chinesa e dos seus smartphones, a Huawei.

Depois de hoje termos ficado a conhecer o desempenho da Samsung, LG e OnePlus, chega a vez da Huawei. O relatório fiscal foi divulgado pela própria fabricante Android, sendo entretanto divulgado pela imprensa internacional. O período em análise é o primeiro semestre (6 meses) de 2018.

Vê ainda: Apple: Mais informações referem Dual-SIM para os próximos iPhones

De uma forma muito sucinta, a Huawei cresceu 15% durante o primeiro semestre de 2018 face ao período homólogo de 2017. A gigante tecnológica registou um total de receitas oriundas das vendas superior a 325 mil milhões de yuan. Por outras palavras, a venda de smartphones e dispositivos móveis rendeu à Huawei mais de 40,7 mil milhões de euros.

Este crescimento nas receitas provenientes das vendas atingiu os 15%, algo que certamente agradará aos investidores da fabricante Android. Mais ainda, deduzindo as despesas inerentes, a Huawei conseguiu registar um crescimento do lucro na ordem dos 14%.

Huawei regista um crescimento de 15% no 1º semestre

Cifras douradas que refletem também o aumento do preço de venda ao público dos seus smartphones como é o caso do Huawei P20 Pro. Algo que ajudou a cimentar o aumento do lucro operacional da empresa. A fabricante Android continua fiel ao seu objectivo de alcançar as duas maiores fabricantes de dispositivos móveis - Samsung (1º) e Apple (2º). Para tal, continuará também a reformular a sua estratégia e abordagem ao mercado mobile.

Android smartphones Huawei P20 Apple iPhone X iPad iOS 11.2
A fabricante chinesa não esconde as suas ambições de vir a ultrapassar tanto a Apple como a Samsung ©reuters

Para tal, olhando especificamente para o departamento de consumo (smartphones e dispositivos móveis), teremos uma contínua otimização de toda a sua operação. Aumentando a eficiência dos seus processos, escolhendo cada vez melhor os seus investimentos, a Huawei quer tornar-se cada vez mais lucrativa.

Smartphones Android são um vetor de crescimento para a Huawei

Para justificar a escolha dos consumidores a fabricante Android aposta cada vez mais no desenvolvimento de novas tecnologias. Os smartphones Huawei incorporar cada vez mais valor, apesar de o seu preço também ir subindo gradualmente.

Ainda assim, tecnologias como a GPU Turbo já são conhecidas pelas suas proezas gráficas. Já para não falar de todo o standard de qualidade fotográfica que associamos aos seus topos de gama com o selo de aprovação da Leica.

Huawei Android smartphones
Este é o seu mais recente topo de gama Android, o mais poderoso dos seus smartphones.

Esta parceria com a empresa alemã seria firmada em 2016, tendo desde então crescido exponencialmente. A cada nova geração de smartphones Android as suas proezas fotográficas continuam a surpreender, até mesmo os peritos como a DxOMark.

Para além da GPU Turbo e da parceria com a Leica, a Huawei aposta também e cada vez mais na Inteligência Artificial (IA). Estes são os três vetores pelos quais os produtos e smartphones da Huawei são cada vez mais conhecidos, divulgados e procurados pelos consumidores.

O 1º trimestre foi bastante positivo para a Huawei

Note-se ainda que a fabricante chinesa aposta também no setor da informático. Mais concretamente com o seu novo Matebook X Pro com um grande ecrã e margens muito reduzidas. Algo que coloca a Huawei junto das demais fabricantes no segmento premium.

Posto isto e já numa nota final, é portanto perfeitamente plausível e compreensível ver a Huawei entre as 500 empresas mais valiosas segundo a Fortune. No seu ranking, a fabricante Android subiu para a 72ª posição face ao 83º lugar anteriormente ocupado.

Esperamos agora pelos dados das agências de análise de mercado para podermos fazer um contraponto.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Huawei Honor Note 10 é oficial: Boas especificações e excelente preço

WhatsApp recebe uma atualização há muito esperada para Android e iOS

Galaxy S9 continua a desiludir nas vendas, quem o diz é a Samsung

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.