'Herdeira da Huawei' mais perto de ser julgada nos Estados Unidos

Vitor Urbano

A 'novela' da criada entre a Huawei, Canadá e Estados Unidos parece não ter fim à vista, mas novas revelações podem trazer más notícias para a 'Herdeira da Huawei'. Relembro que a filha do fundador da Huawei - Meng Wanzhou - foi detida em dezembro no Canadá por ordem do governo de Donald Trump.

Desde então, tem aguardado em prisão domiciliar a decisão do tribunal e proceder (ou não) com a sua extradição para os Estados Unidos. Agora, as autoridades do Canadá revelaram que decidiram aprovar o pedido de extradição da CFO da Huawei.

Huawei Meng

Esta decisão, coloca Meng Wanzhou um passo mais perto de ser julgada nos Estados Unidos. Relembro que as acusações criminais do governo de Donald Trump poderão resultar numa pena de prisão pesada para a 'Herdeira da Huawei'.

Estados Unidos conseguiram finalmente a extradição da CFO da Huawei

A decisão, ainda que oficial, necessita de aprovação por parte de um juíz. Por isso, Meng irá apresentar-se em tribunal no próximo dia 6. Onde deverá ser decretada uma data concreta para a sua extradição.

O ministro da justiça do Canadá fez questão de salientar que esta decisão não reflete qualquer tipo de opinião sobre o veredito das acusações que Meng enfrenta. De forma alguma, pretendem com esta decisão transparecer que a CFO da Huawei é culpada ou não.

No entanto, mesmo que Meng seja extraditada para os Estados Unidos. Está praticamente garantido que este será mais um processo que se vai prolongar durante muito tempo. Ainda mais, parece pouco provável que a Huawei e até mesmo o governo Chinês acabem por permitir que o desfecho final envolva qualquer tipo de sentença de prisão.

Editores 4gnews recomendam:

Huawei Y6 2019: gama de entrada da Huawei é interessante para o preço

Leak: Huawei P30 Pro aparece em novas imagens

Huawei e problemas de privacidade das redes 5G preocupam investigador

Fonte | Via

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.