Google vai dar até 13 milhões de Euros para o combate às Fake News

Rui Bacelar
Comentar

A tecnológica norte-americana, Google, deu hoje a saber que, em conjunto com a Rede Internacional de Verificação de Factos (IFCN), o objetivo de criar um Fundo Global de Verificação de Factos. O objetivo? Combater as ditas fake news ou notícias falsas que continuam presentes na Internet.

Nesse sentido, a gigante das pesquisas, dedicará cerca de 13 milhões de euros, iniciativa à qual também se junta a sua plataforma de vídeos, o YouTube. Tudo para, tentar, mitigar este fenómeno.

Em simultâneo, há mais duas ONG que vão receber fundos da Google para combater a desinformação.

Google e YouTube dedicam 13 milhões de euros para o combate às Fake News

Google Notícias

Segundo alega a própria Google, todos os dias, milhões de pessoas usam o seu motor de busca e o YouTube para aceder à informação que precisa. Para além disso, por vezes exatamente para as ajudar discernir entre os factos e a ficção.

Perante o desafio de combater a disseminação da desinformação online, a Google, em parceria com o YouTube, o Instituto Universitário Europeu e a Fundação Calouste Gulbenkian vão trabalhar em conjunto e deram a conhecer várias iniciativas.

Trata-se de uma autêntica tastk force que junta legisladores europeus, ONGs, organizações de notícias, académicos e empresas de tecnologia para colaborar e partilhar conhecimento sobre o combate à desinformação.

Com efeito, mais de 920 pessoas em Bruxelas e online irão participar na discussão, com palestras lideradas por especialistas da área da desinformação.

Google dará treze milhões de euros à Rede Internacional de Verificação de Factos

É com o intuito de reforçar os esforços de literacia digital através de parcerias e iniciativas em toda a Europa, a Google deu hoje a conhecer os seguintes investimentos e esforços.

Nomeadamente, temos estas iniciativas:

  • A Google e o YouTube anunciam a atribuição de US$ 13,2 milhões para a Rede Internacional de Verificação de Factos (IFCN). Fá-lo para lançar um novo Fundo Global de Verificação de Factos para apoiar a sua rede de 135 organizações de verificação de factos em 65 países, cobrindo mais de 80 idiomas.

Segundo aponta a própria tecnológica norte-americana, "no nosso trabalho anterior para responder à desinformação, esta é a maior contribuição única da Google e do YouTube para a verificação de factos."

  • A Google.org disponibiliza uma contribuição de $2.5M à TechSoup Europe para lançar um fundo de aceleração e irá ajudar ONGs na luta contra a desinformação. Isto com outra contribuição para a polaca Demagog para construir um ecossistema de verificação de factos na região, de valor não especificado.
  • O YouTube lançou a iniciativa de literacia digital, “Hit Pause”, para ajudar as pessoas a avaliar o conteúdo que assistem e partilham. Aí disponibilizando dicas sobre como identificar diferentes táticas de manipulação usadas para espalhar desinformação.

Podem encontrar mis informações e detalhes sobre as várias iniciativas da Google para conter o impacto das notícias falsas no seu motor de busca, bem como no YouTube.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt