Google adiciona novo mecanismo de segurança às aplicações Android

Carlos Oliveira
Google Play Store Apps Android
Google quer mais segurança nas aplicações para Android

Uma das vantagens do sistema operativo móvel da Google é o seu código aberto. Isto significa que o Android te oferece uma liberdade de personalização que não encontrarás no seu principal concorrente, o iOS da Apple.

Devido ao facto de este ser o sistema operativo mais utilizado no mundo, está disponível uma enormidade de aplicações para o mesmo. Dando um salto à Google Play Store irás encontrar aplicações para todos os gostos.

Vê ainda: Xiaomi Mi Mix 3 Ferrari Edition: Um conceito que nos faz sonhar!

Algumas delas são gratuitas, ao passo que outras são pagas. E é aqui que entra outro fenómeno que a empresa norte-americana quer combater: a pirataria. Sendo possível instalar aplicações no Android de fontes desconhecidas, entra em cena a pirataria.

Existem formas de instalar, de forma gratuita, uma certa aplicação que na Play Store é paga. Naturalmente, este processo exige a instalação de uma fonte desconhecida, o que que também pode trazer alguns problemas de segurança para os utilizadores.

Google ataca a instalação de aplicações de fontes desconhecidas no Android

São precisamente estes dois cenários que a Google quer prevenir com a sua mais recente medida. A empresa adicionou o recurso DRM (Digital Rights Management) à sua Play Store e respetivas aplicações.

Este recurso é particularmente popular no mercado gaming e setor musical. O mesmo tem como intuito verificar a proveniência de um certo ficheiro, por forma a tentar perceber se o mesmo é legal ou não.

Com efeito, com uma pequena quantidade de metadados, a Google poderá verificar a proveniência de qualquer aplicação para o Android. Caso o APK tenha sido de alguma forma modificado, a empresa poderá bloquear a sua instalação ou mesmo removê-la do smartphone.

Mais ainda, este mecanismo aumentará ainda mais a segurança do Android. Com recurso ao DRM, será ainda possível verificar a fiabilidade de qualquer aplicação. Saber se a mesma traz consigo qualquer tipo de malware.

Desta forma, a Google poderá zelar pelos interesses de dois dos principais públicos alvo do Android. Poderá zelar pela segurança dos seus utilizadores, ao mesmo tempo que tenta potenciar a rentabilidade do trabalho dos programadores para o seu sistema operativo.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Galaxy Note 9 terá a melhor S Pen de toda a história

Xiaomi abre a 5ª loja em Madrid. Para quando Portugal?

Estes smartphones Nokia receberão Face Unlock na próxima atualização

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.