Google adiciona novo mecanismo de segurança às aplicações Android

Carlos Oliveira
Google quer mais segurança nas aplicações para Android

Uma das vantagens do sistema operativo móvel da Google é o seu código aberto. Isto significa que o Android te oferece uma liberdade de personalização que não encontrarás no seu principal concorrente, o iOS da Apple.

Devido ao facto de este ser o sistema operativo mais utilizado no mundo, está disponível uma enormidade de aplicações para o mesmo. Dando um salto à Google Play Store irás encontrar aplicações para todos os gostos.

Vê ainda: Xiaomi Mi Mix 3 Ferrari Edition: Um conceito que nos faz sonhar!

Algumas delas são gratuitas, ao passo que outras são pagas. E é aqui que entra outro fenómeno que a empresa norte-americana quer combater: a pirataria. Sendo possível instalar aplicações no Android de fontes desconhecidas, entra em cena a pirataria.

Existem formas de instalar, de forma gratuita, uma certa aplicação que na Play Store é paga. Naturalmente, este processo exige a instalação de uma fonte desconhecida, o que que também pode trazer alguns problemas de segurança para os utilizadores.

Google ataca a instalação de aplicações de fontes desconhecidas no Android

São precisamente estes dois cenários que a Google quer prevenir com a sua mais recente medida. A empresa adicionou o recurso DRM (Digital Rights Management) à sua Play Store e respetivas aplicações.

Este recurso é particularmente popular no mercado gaming e setor musical. O mesmo tem como intuito verificar a proveniência de um certo ficheiro, por forma a tentar perceber se o mesmo é legal ou não.

Com efeito, com uma pequena quantidade de metadados, a Google poderá verificar a proveniência de qualquer aplicação para o Android. Caso o APK tenha sido de alguma forma modificado, a empresa poderá bloquear a sua instalação ou mesmo removê-la do smartphone.

Mais ainda, este mecanismo aumentará ainda mais a segurança do Android. Com recurso ao DRM, será ainda possível verificar a fiabilidade de qualquer aplicação. Saber se a mesma traz consigo qualquer tipo de malware.

Desta forma, a Google poderá zelar pelos interesses de dois dos principais públicos alvo do Android. Poderá zelar pela segurança dos seus utilizadores, ao mesmo tempo que tenta potenciar a rentabilidade do trabalho dos programadores para o seu sistema operativo.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Galaxy Note 9 terá a melhor S Pen de toda a história

Xiaomi abre a 5ª loja em Madrid. Para quando Portugal?

Estes smartphones Nokia receberão Face Unlock na próxima atualização

Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.