Google revela 3 grandes avanços nas suas tecnologias de IA

Rui Bacelar
Comentar

A gigante norte-americana Google deu agora a conhecer os mais recentes desenvolvimentos na área da Inteligência Artificial (IA). Em particular, o destaque vai para o modelo de linguagem de IA capaz de suportar os 1 000 idiomas mais falados do mundo

Os avanços na inteligência artificial são o resultado de décadas de pesquisa levaram ao rápido e atual progresso da IA . Com efeito, a Google deu a conhecer novas formas de como as pessoas podem ser beneficiadas a partir de três áreas transformadoras da IA.

Em primeiro lugar, utilizar a IA para tornar a tecnologia acessível em muitos outros idiomas. Em segundo lugar, explorar como a IA pode reforçar a criatividade. Por fim, em terceiro, a IA em prol do bem social, incluindo a adaptação climática.

1. Suporte a 1 000 idiomas com IA da Google

We're building an AI model that supports the 1,000 most-spoken languages, a big step in making knowledge more accessible. Already we've developed a model trained on 400+ languages, the most covered by any speech model to date. #GoogleAI https://t.co/TQiS4I3m6S pic.twitter.com/xiqm6AnaX0

— Sundar Pichai (@sundarpichai) 3 de novembro de 2022

A Google anunciou recentemente o projeto 1 000 Languages Initiative. É um compromisso ambicioso de construir um modelo de IA que dará suporte aos 1 000 idiomas mais falados. O objetivo? Trazer maior inclusão a milhares de milhões de pessoas em comunidades marginalizadas em todo o mundo.

Para a Google, parte da sua iniciativa e do nosso foco na multi modalidade desenvolvemos um Modelo de Conversação Universal — ou USM — que suporta mais de 400 idiomas. Assim, tornando-o na maior cobertura de linguagem vista num modelo de conversação até hoje.

Para além disso, à medida que expande este trabalho, a tecnológica norte-americana firma parcerias com comunidades em todo o mundo para obter dados de conversação representativos.

2. Capacitar criadores e artistas com IA

1/ From today's AI@ event: we announced our Imagen text-to-image model is coming soon to AI Test Kitchen. And for the 1st time, we shared an AI-generated super-resolution video using Phenaki to generate long, coherent videos from text prompts and Imagen Video to increase quality. pic.twitter.com/WofU5J5eZV

— Sundar Pichai (@sundarpichai) 2 de novembro de 2022

Em segundo lugar temos os modelos geradores baseados em IA têm o potencial de libertar a criatividade. Assim, ajudando as pessoas de todas as culturas na sua expressão através de vídeo, imagens e design de uma forma que anteriormente não era possível.

Em breve, afirma a Google, "vamos trazer as nossas tecnologias de geração de texto para imagem para o AI Test Kitchen". Esta é a plataforma que proporciona uma maneira de as pessoas aprenderem, experimentarem e darem opinião sobre a tecnologia de IA emergente.

Para além disso, a empresa mostra-se ansiosa para conhecer a opinião e feedback dos utilizadores sobre estas demos na AI Test Kitchen - segunda temporada.

Mais concretamente, o utilizador poderá construir cidades temáticas com “City Dreamer” e criar personagens monstruosas amigáveis que se podem mover, dançar e saltar com “Wobble”. Aliás, tudo isto utilizando prompts de texto.

3. Enfrentar as mudanças climáticas e os desafios de saúde com IA

2/ Our wildfire tracking system will now identify and track wildfires in real time, helping predict how they will evolve and spread, and keeping people and firefighters informed in Search and Maps. It's one of the ways we're using AI to address the impacts of climate change. pic.twitter.com/hMfU0JUBAZ

— Sundar Pichai (@sundarpichai) 2 de novembro de 2022

Em terceiro lugar, a IA da Google também tem um grande potencial para mitigar os efeitos das mudanças climáticas. Aliás, inclusive ajudar as pessoas na adaptação a novos desafios.

Com efeito, um dos piores são os incêndios florestais, que afetam hoje centenas de milhares de pessoas e aumentam em termos de frequência e de escala.

Assim, a Google dá a conhecer os avanços no uso de imagens de satélite para treinar modelos de IA para identificar e monitorizar incêndios florestais em tempo real, ajudando a prever como os mesmos podem evoluir e espalhar.

Por fim, segundo a Google, este sistema de monitorização de incêndios florestais foi lançado na Austrália, EUA, Canadá e México e, desde julho. Ainda de acordo com a tecnológica, cobriram já mais de 30 grandes eventos de incêndios florestais nos EUA e Canadá, alcançando mais de 7 milhões de impressões na Pesquisa Google e no Maps para ajudar a informar os nossos utilizadores e equipas de combate a incêndios.

3/ Using new advances in AI, we're bringing flood alert coverage to 18 more countries. And we're announcing Google FloodHub, a new platform that brings flood alerts to the general public, not just those in flood prone areas. More on these efforts: https://t.co/TQiS4I3m6S pic.twitter.com/NsSJcrLkYK

— Sundar Pichai (@sundarpichai) 2 de novembro de 2022

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@4gnews.pt