Google Android
Google quer aumentar ainda mais o mercado do Android ©Quartz

Um dos problemas que assola o mercado Android tem que ver com a sua fragmentação. Uma das desvantagens de um sistema operativo de código aberto é precisamente essa. São muitas as empresa que o adotam e cada uma delas é responsável pela atualização dos seus equipamentos. Este quesito deixa assim de estar sob a alçada direta da Google.

Esta fragmentação sente-se não só ao nível do sistema operativo, mas também ao nível de atualizações de segurança. Dois tipos de atualizações importantes para todo o tipo de utilizadores e mesmo assim são poucas as marcas que o cumprem.

Vê ainda: uTorrent: Descoberta falha de segurança que permite o aceso ao teu PC

Têm sido estes dois problemas a dificultar a entrada do sistema operativo da Google no mundo empresarial. A empresa americana tem sentido grandes dificuldades em tranquilizar este tipo de clientes para a segurança dos seus dados.

Numa tentativa de mudar este paradigma a Google lança agora um programa de recomendação de equipamentos Android para empresas. Assim, é a própria tecnológica quem certifica um punhado de equipamentos como confiáveis para este setor.

Google quer assim aumentar a presença do Android no mercado empresarial

O objetivo primordial é tornar o Android num sistema operativo confiável para as empresas. Mais ainda, tentar aproximar-se de concorrentes como iOS, macOS e Windows 10. Todos eles sistemas operativos com maior presença no mundo empresarial que o Android.

Obviamente que não será qualquer equipamento Android a fazer parte deste programa de certificações. Afim de receberem luz verde da parte da Google, alguns requisitos terão de ser cumpridos.

Entre eles podemos destacar a presença de hardware capaz de correr a versão 7.0 ou superior do Android. As atualizações de segurança para terão de ser disponibilizadas até 90 dias após o seu lançamento por parte da Google. De salientar ainda que estes equipamentos não poderão ser bloqueados a uma operadora. A lista completa da requisitos pode ser consultada aqui.

Posto isto, importa então relatar quais os equipamentos que já se encontram abrangidos por este programa. Como seria de esperar os Google Pixel, Pixel XL, Pixel 2 e Pixel 2 XL já fazem parte desta lista. Temos ainda os BlackBerry KEYOne e Motion, Huawei Mate 10 e Mate 10 Pro e toda a linha Huawei P10. Mais ainda, temos a mais recente linha Sony Xperia X, LG V30 e LG G6, Motorola Moto X4 e Moto Z2 e, por fim, o Nokia 8.

Para o futuro, a Google promete adicionar mais equipamentos a esta lista. Estas adições deverão ocorrer durante os próximos meses.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung. Apple iPhone X é a fonte de novas preocupações

Novo Sony Xperia chegará com o mesmo processador do Galaxy S9

Facebook Messenger torna ainda mais fácil fazer uma chamada em grupo

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.