Google Play abre portas a novos sistemas de pagamentos na loja de aplicações

Carlos Oliveira
Comentar

A Google anunciou hoje uma das mais importantes alterações ao funcionamento da sua loja de aplicações, a Google Play. Em breve, será dada ao utilizador a opção de escolha entre o sistema de pagamentos da Google ou um de terceiros.

Esta novidade será primeiramente implementada na aplicação do Spotify. O serviço de streaming sueco será parceiro da Google no processo de implementação e avaliação desta nova realidade.

Spotify será a primeira a poder fornecer o seu próprio sistema de pagamentos

Atualmente, qualquer aplicação instalada a partir da Google Play que suporte microtransações é obrigada a utilizar o sistema de pagamentos da Google. Deste modo, a gigante americana certifica-se de que uma percentagem dessa transação cai nos seus cofres.

Google Play

Esta prática tem sido bastante contestada nos últimos anos, em especial no universo Apple com a Epic Games a ser a voz mais ativa. Isso fez com que as autoridades olhassem mais a fundo para este fenómeno e começassem a exigir alterações.

A Google é assim a primeira a avançar com o suporte a sistema de pagamentos de terceiros na sua loja de aplicações. Tal como a empresa refere no seu blog, esta é uma decisão sem precedentes em qualquer loja de aplicações.

Tal como já referido, o Spotify será o primeiro serviço a usufruir desta nova realidade. Os utilizadores do serviço de streaming de áudio terão a opção de escolher entre o seu sistema de pagamentos do Spotify ou o da Google.

Aliás, esta é uma das condições da Google para a implementação desta opção. Os programadores poderão incluir os seus próprios métodos de pagamentos desde que seja igualmente dada a opção para a escolha do sistema da Google Play.

Esta opção será implementada em mercados selecionados e os utilizadores do Spotify começarão a vê-la ainda este ano. Até lá, ambas as empresas irão trabalhar conjuntamente para oferecer a melhor experiência possível aos utilizadores.

Em teoria, com os programadores a poderem oferecer o seu sistema de pagamentos e sem ter de pagar a taxa Google, o utilizador poderá beneficiar de preços inferiores. Contudo, a obrigatoriedade de opção pelo sistema da Google deverá invalidar essa decisão sob pena de terem de definir valores diferentes consoante o método de pagamento.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.