Google Pixel 3 XL foi derrotado em benchmarks pelo Apple iPhone XS

Rui Bacelar
Android iOS Apple iPhone XS Google Pixel 3 Android Pie iOS
Temos agora uma comparação em vídeo entre os topos de gama Android e iOS. ©BGR

O eterno debate entre Google e Apple, transposto para o confronto entre os sistemas operativos Android e iOS ganha agora um novo capítulo. Cortesia do canal PhoneBuff no YouTube, temos agora uma comparação e benchmarks dos Google Pixel 3XL bem como o Apple iPhone XS.

Tal como já é hábito neste canal dedicado à tecnologia temos aqui uma comparação dividida em várias etapas. Por conseguinte conseguimos colocar ambos os terminais lado a lado, vendo os pontos fortes (e menos fortes) de cada um.

Vê ainda: Huawei Mate 20 Pro - O smartphone só tem dois defeitos!

Em primeiro lugar, o Google Pixel 3 XL é completamente trucidado pelo novo Apple iPhone XS, algo que vai além dos sistemas operativos. Apesar de o iOS 12 ter diferenças notórias face ao Android Pie 9.0, ambos os terminais utilizam as mais recentes versões dos respectivos sistemas. Ambas já perfeitamente otimizadas aos olhos da Apple e Google.

É no seu interior que reside o busílis da questão. Veja-se que no Apple iPhone XS temos o mais recente A12 Bionic. Por conseguinte temos aqui o primeiro SoC (processador) a 7nm (nanómetros) a marcar presença num dispositivo móvel.

Apple iPhone XS supera o Google Pixel 3 XL

Note-se que este A12 Bionic está presente em todo o alinhamento de novos smartphones iOS, desde o XR até ao XS Max. Em contraponto, o Google Pixel 3 XL utiliza o Snapdragon 845 da Qualcomm, o seu atual topo de gama. Algo que levanta a questão - não deverá a Google repensar o seu calendário de lançamentos? Não seria mais benéfico esperar até janeiro ou fevereiro e, aí sim, utilizar sempre a nova geração de processadores?

Android Pie iOS 12 Apple iPhone XS Google Pixel 3 Android Pie 3
Podemos ver aqui o embaixador do Android Pie aqui desmontado completamente.

Note-se que a Qualcomm renova a sua linhagem de processadores topo de gama nos últimos meses do ano. Tradicionalmente é em dezembro que conhecemos os novos Snapdragon da linha 800 e este ano não será diferente.

O "segredo" está no processador Apple A12 Bionic

Posto isto, a Google poderia optar por esperar mais um pouco e ter "o mais poderoso processador da atualidade". Em vez disso opta pela geração atual, estando já ligeiramente ultrapassada pela nova geração de processadores da Apple.

Algo que se reflecte perfeitamente nos resultados de benchmarks e comparações de velocidade entre ambos os terminais. Por conseguinte, é fácil aceitar esta diferença entre o topo de gama com Android Pie e o topo de gama com iOS 12.

Em suma, apesar de para o utilizador comum estas diferenças serem quase imperceptíveis, para as marcas podem ter mais consequências. Note-se que a Apple lança, por norma, os seus smartphones com "o mais poderoso processador" de sempre.

Já o mesmo não pode ser dito dos Google Pixel, os embaixadores do sistema operativo Android.

Editores 4gnews recomendam:

Sondagem: O Mate20 Pro surpreendeu-te ou nem por isso?

Mate20 Pro: A viagem em vídeo à sua apresentação oficial

Mate20 Pro tens de pensar em comprar este gadget

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Desenvolveu desde cedo o gosto pela escrita e comunicação. Em leis formado, tem como hobbies a aquariofilia e a música. Mas é na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e no Pplware a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.