Google pode receber a multa mais alta da sua história nos próximos dias

Filipe Alves

A Google não está em bons lençóis nos últimos tempos. A empresa americana está constantemente a ser repreendida monetariamente pela Comissão Europeia e parece que voltará a acontecer.

Ainda a semana passada referimos que a empresa portuguesa Aptoide reclamou à Comissão Europeia por falta de conduta com os concorrentes. A empresa de Mountain View tem um universo de serviços enormes e, muitos deles sem concorrência.

Vê ainda: Samsung Galaxy Note 9 passa em benchmarks com fantástica pontuação

No caso do Aptoide, a empresa portuguesa queixava-se que a Google está a bloquear a sua aplicação dos smartphones Android. O Aptoide é um mercado de aplicações onde qualquer pessoa pode ter uma loja de Apps.

Esta situação é um pouco diferente, contudo, também no universo Android. De acordo com o Telegraph, a Google está a ser acusada de obrigar utilizadores a utilizarem a sua aplicação de pesquisa e browser pré-instalado nos equipamentos.

Google está com um problema em mãos

Sendo que o Android é um serviço Open Source a Google não pode propriamente obrigar os fabricantes a fazer aquilo que querem e bem entendem. Os rumores referem que se os fabricantes decidirem não cumprir com o estipulado os fabricantes não têm "incentivos" que outros concorrentes beneficiam.

De forma mais concreta, a gigante americana está a ser acusada de:

  • Google alegadamente solicita aos fabricantes para pré-instalar aplicações como a o Chrome e "Pesquisa Google" como pré-definidas.
  • Fabricantes de smartphones são desencorajados de lançar equipamentos que são baseados em Android (Open Source) mas não afiliados com a empresa americana
  • Google dá incentivos financeiros a fabricantes que utilizam as suas aplicações pré-instaladas nos seus equipamentos.

São acusações sérias e podem custar à empresa americana uma penalização de mais de 2.42 mil milhões de Euros.

Os próximos dias ditarão se a empresa liderada por Sundar Pichai se conseguirá ou não safar desta. Se estas alegações forem verdade é complicado escapar ileso. A Google quer que o Android seja um sistema que siga regras, porém, quando o código é Open Source não podes fazer aquilo que a marca americana é acusada de fazer.

Assuntos relevantes na 4gnews:

OPPO Find X poderá vir a ter uma variante mais barata

Samsung Galaxy S10 não será o único com leitor biométrico no ecrã em 2019

Apple deverá trazer pelo menos dois iPads este ano

Fonte | Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.