Google irá apostar no desenvolvimento de hardware para além dos Pixel

Carlos Oliveira
Google Pixel hardware
Rick Osterloh, vice-presidente de hardware da Google

A Google é uma empresa americana que trilhou o seu caminho para o topo através do software. Este tem sido o campo onde a gigante de Mountain View mais se tem destacado e aquele onde a sua presença é mais vincada. Porém, a empresa tem vindo a alargar horizontes e os Google Pixel poderão ter sido apenas o principio da sua aposta no hardware.

Há dois anos atrás a empresa surpreendeu tudo e todos ao apresentar os Pixel e Pixel XL. Os primeiros smartphones desenvolvidos pela própria marca. Os primeiros a ostentar a marca da empresa e não a da sua parceira nesse desenvolvimento. Chegava assim ao fim o reinado dos Nexus.

Vê ainda: Huawei. O que nos diz sobre as tendências e futuro da tecnologia Android?

Agora, este caminho parece ser para continuar, principalmente depois da conclusão da aquisição da divisão de hardware da HTC. Com esta compra de 1.1 mil milhões de dólares, a Google passa a deter o departamento de hardware da empresa e uma série de patentes. Empresa que contribuiu para o desenvolvimento de três dos quatro Pixel já lançados para o mercado.

Mais ainda, são cerca de 2000 novos funcionários que transitam para a alçada da empresa americana. Uma vasta equipa que teria já contribuído para o desenvolvimento dos Pixel referidos. Isto indica que a empresa poderá começar a desenvolver os seus futuros smartphones inteiramente dentro de portas. E quem apostar também em processadores próprios.

Os Google Pixel terão sido apenas o início da aposta da empresa no hardware

Mas, segundo aquilo que avança agora a Digitimes, os planos da empresa não se ficam por aqui. A Google quererá começar a desenvolver toda uma panóplia de hardware que se irá estender para lá dos smartphones Google Pixel.

Declarações que terão vindo da boca de um dos principais responsáveis pelo hardware da Google. Rick Osterloh terá afirmado que "A equipa de Pesquisa & Desenvolvimento da Google, em Taiwan, não só desenvolverá smartphones, mas também outros produtos, ao mesmo tempo que expandirá o desenvolvimento de hardware da empresa".

Claro que Osterloh não se quis alargar mais nas suas declarações. Não nos deixou pistas explicitas dos planos que a empresa tem em mente para o futuro. Que novos produtos estarão na sua mente e da sua nova equipa.

A Google tem vindo a desenvolver produtos como os Chromecast e os Google Home, estes últimos com especial foco na Assistant. Certamente que o desenvolvimento destes será para continuar, mas que mais surpresas irá a empresa californiana reservar para nós?

Assuntos relevantes na 4gnews:

Nokia terá vendido mais de 21 milhões de dispositivos no final de 2017

Huawei MediaPad M5. Já conhecemos as especificações do tablet Android

Microsoft lançará Surface Book 2 mais barato e com o mesmo Windows 10

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.