Google Cloud Print é o próximo a chegar ao 'cemitério' da Google

Bruno Coelho
1 comentário

A Google não tem tido problemas em matar serviços que pensa serem pouco usados pelos utilizadores. Desta vez anunciou que no final de 2020 o Cloud Print também vai parar ao seu ‘cemitério’.

O Cloud Print é um serviço de impressão em nuvem que te permite imprimir em qualquer sítio a partir de um tablet ou smartphone Android. Basta apenas que a impressora em questão esteja ligada ao serviço.

Cloud Print nunca saiu da fase Beta

Neste caso, o Cloud Print é um serviço usado por vários utilizadores, aos quais a Google aconselha a encontrarem “uma solução alternativa”. A Google recorda que o serviço nunca saiu da fase Beta.

31 de dezembro de 2020 é a data marcada para o fim do Cloud Print

Lançado em 2010, e sempre em fase Beta, o Cloud Print vai deixar de ter suporte a partir de 31 de dezembro de 2020. Os dispositivos entre os vários sistemas operativos não poderão imprimir a partir do Cloud Print depois dessa data.

Se és daqueles que dá uso ao Google Cloud Print, vais poder continuar a usá-lo durante mais um ano. No entanto, em breve vais ter de procurar uma alternativa para quando este morrer.

O Cloud Print vai assim juntar-se no ‘cemitério’ da Google a serviços como o Inbox ou o Hangouts. Nesta página podes consultar todos os produtos que a Google já criou e matou ao longo dos últimos anos.

1 comentário
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.