Home Android

Google contrata mais um engenheiro de processadores da Apple

A pouco e pouco, a Google vai compondo uma equipa dedicada aos chips e processadores. Em breve deverá começar a produzir os seus próprios SoC's.

Apple Google engenheiro processadores
A gigante de Mountain View “rouba” outro engenheiro à gigante de Cupertino

Depois de há cerca de seis meses atrás a gigante de Mountain View California ter contratado Manu Gulati, um antigo engenheiro de processadores da Apple, a Google volta a repetir a façanha. Agora, a tecnológica contratou o designer de processadores, John Bruno. Até há bem pouco tempo, Bruno trabalhava na Apple, responsável pelo grupo de análise competitiva de semicondutores e processadores.

O perfil de John Bruno na rede social LinkedIn é rico em formações e valências, com forte ênfase na Advanced Micro Devices mais conhecida como AMD. Essa era a sua antiga empresa, antes de ser empregue pela Apple isto é. Lá, na AMD, o senhor Bruno trabalhava no desenvolvimento dos processadores da linha Fusion e no design dos chips da ATI. Atualmente, no seu perfil já consta o cargo de Arquitecto de Sistemas “System Architect” na Google.

Vê ainda: 12 aplicações gratuitas na Google Play Store para o teu Android

Segundo várias fontes, a Google estará nas primeiras fases de desenvolvimento dos seus próprios processadores. Estes chips podem ser futuramente utilizados nos seus smartphones Pixel e claro, em qualquer outro dispositivo.

Google contrata engenheiro da Apple, processadores feitos pela Google estarão a caminho?

Desta forma, a Google não dependeria tanto da Qualcomm para construir os “motores” para os seus novos equipamentos. Até ao momento, todos os seus principais dispositivos utilizam um “motor” feito por outrem, algo que a marca poderá reverter nos seus próximos lançamentos.

Agora, com estes novos reforços subtraídos à Apple, a Google estará ainda mais empenhada em criar os seus próprios motores. Aliás, ficarei surpreendido se em 2018 não vir mais desenvolvimentos para este tema. A tecnológica de Mountain View, California, tem dado sérios indícios de se querer afirmar como uma das grandes construtoras. Para já temos visto meros rascunhos.

Contudo, é inegável o poderio e influência desta empresa. Tem certamente os fundos para contratar o pessoal de que necessita para criar seja o que for. Aliás, mesmo nos Google Pixel 2 já encontramos um processador secundário. Trata-se de um processador desenhado pela própria, o “Pixel Visual Core“. As provas acumulam-se diante dos nossos olhos.

Bom Natal!

Assuntos relevantes na 4gnews:

Xiaomi Mi Max 3 será um monstro com 5500mAh e ecrã de 7 polegadas!

Snapdragon 670 – o próximo “coração” para smartphones da Qualcomm

OnePlus 5 – Android Oreo 8.0 chega oficialmente com a OxygenOS 5.0 

Viagizmochina
Fontetheinformation
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).