Google Duo Quartz
A Google necessita de uniformizar estas suas Apps ©Quartz

Foi no passado dia 9 de janeiro que anunciamos aqui em primeira mão na 4gnews a chegada de um novo serviço. Chama-se Google Pay e aglutina dois serviços da tecnológica norte-americana, o Wallet e o Android Pay. Agora, acredito firmemente que a empresa deveria utilizar mais uma vez esta fórmula antes que o Google Duo e Google Allo não passem de uma memória.

O novo Google Pay surgiu como resposta ao serviço cada vez mais popular da sua rival, o Apple Pay. Agora, agregando os seus serviços, o novo serviço da tecnológica de Mountain View afigura-se como um rival à altura (finalmente) do serviço providenciado pela tecnológica de Cupertino.

Vê ainda: 23 aplicações gratuitas na Play Store para o teu Android

Note-se que tanto o Wallet como o Android Pay fazem exatamente o mesmo, ou quase. Ambos partem da mesma premissa. Mediar os pagamentos com o nosso smartphone via NFC para agilizar todo o processo de cobrança nos estabelecimentos comerciais. O Android Pay como principal meio. Ao passo que o Wallet visava mediar as compras dentro da sua loja, a Play Store.

Google Duo, Google Allo, uma “G” confusão…

Agora, com o Google Pay as funcionalidades do Wallet e do Android Pay estão reunidas numa única aplicação. Num só sítio. Sem mais confusões para o utilizador que era confrontado com nomes semelhantes para aplicações com funções demasiado similares. A confusão era inevitável.

Agora, a tecnológica de Mountain View deve pegar nesse mesmo caderninho de apontamentos e utilizar a mesma fórmula para o seu Google Duo ou Google Allo. De preferência antes que estas não passem de uma memória, de algo que ouvimos falar numa qualquer conferência Google I/O sabe deus quando…

Até para nós, puros e duros geeks de tecnologia estas aplicações acabam por cair no esquecimento. Sim, cheguei a instalar a Google Duo. Sim, fiz o mesmo com a Allo. Muito elegantes, simples, etc…mas se os teus contactos não as tiverem instaladas são perfeitamente inúteis. Escusado será dizer que no reset seguinte do smartphone não as voltei a instalar.

A Google Duo acaba por ser a mais popular…

Google Pay Google Allo Google Duo Android Oreo
A Duo já é perfeitamente compatível com o novo Oreo mas nem por isso ganhou popularidade

A empresa deveria aglutinar a Google Duo e a Google Allo tal e qual fez com a nova Google Pay. Só assim pode ter alguma chance de sucesso com estas suas aplicações para video-chamadas, mensagens, chamadas por voz e demais tipos de comunicações. Sabes…exatamente tudo aquilo que a aplicação Facebook Messenger faz, mais mais hipster. Perdoem-me a expressão mas acaba por ser isso mesmo. Um capricho da sua empresa.

Dividir um serviço em duas aplicações essencialmente iguais é uma ótima maneira de diluir a tua imagem junto dos consumidores. É uma excelente maneira de pores o teu público alvo a perguntar-se qual das duas deve instalar. Tudo isto e no final de contas acabam instalar o WhatsApp ou o Facebook Messenger porque pelo menos já ouviram falar dessas duas e sabem exatamente o que é que elas possibilitam.

Google Pay deveria servir de exemplo para a Google Duo e Allo

Google Pay Google Duo Google Allo
Precisamos de uma plataforma unificada

Não faz sentido dividir essencialmente o mesmo serviço em várias aplicações. Aqui poderíamos argumentar que o Facebook te obriga a ter o Messenger e, por sua vez, caso queiras utilizar a aplicação Messenger tens que ter uma conta no Facebook. Sim, mas aqui uma complementa a outra e não são necessariamente iguais na sua função. Aqui, entendo que o aplicação Facebook já era suficientemente pesada e que a separação do Messenger era inevitável. A rede social de Mark Zuckerberg é a excepção. A única.

Resta saber como é que a tecnológica de Mountain View não se apercebeu do erro que estava a cometer. As pessoas gostam e procuram a simplicidade. Querem uma aplicação simples mas completa. Não têm paciência para estar à procura das restantes funções noutra aplicação. Querem uma resposta aqui e agora. Isto acaba por explicar o fracasso da aplicação Allo. Veja-se aqui a procura pela aplicação ao longo do tempo. Simplesmente deplorável.

Google Allo deveria unir-se à Google Duo como fez a Google Pay

Já por seu lado a Google Duo teve uma taxa de aceitação um pouco melhor mas mesma assim não é uma das aplicações mais populares na Play Store. E porquê? Porque os serviços da empresa estavam (e estão) demasiado fragmentados – não é só o seu Android!

No revés da moeda temos a Apple onde todas as aplicações “cantam” em uníssono. Desde o FaceTime ao iMessage. De um lado temos um leque de aplicações e serviços redundantes e confusos. Do outro lado temos um verdadeiro ecossistema com um fio condutor. A escolha é óbvia, quer se goste ou não da conduta de Tim Cook e da sua empresa.

Em suma, a tecnológica norte-americana tem que pegar no exemplo do Pay e aplicar a mesma regra ao Duo e Allo. Antes que seja tarde demais e o pouco interesse que possa perdurar se tenha esfumado com o passar do tempo. O novo Android Oreo seria uma desculpa perfeita para aplicar isso mesmo.

Aquilo que precisamos, à semelhança do Google Pay é de uma plataforma de comunicações unificada. De pouco serve termos aqui um Duo, ali um Allo e acolá um Hangouts (já me esquecia desse aí).

Assuntos relevantes na 4gnews:

OnePlus. 40 mil pessoas em risco de fraude com cartões de crédito

Samsung. Será este o primeiro indício dos Samsung Galaxy J 2018?

WhatsApp já utiliza uma das melhores novidades do Android Oreo

Fonte | Via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).