Facebook vai enviar novas notificações aos utilizadores Apple

Rui Bacelar
Comentar

O Facebook começará a apresentar novas notificações a partir da sua app para smartphones iOS. A medida visa antecipar a obrigatoriedade das novas políticas de privacidade da Apple com a App Tracking Transparency implementada no iOS 14.

Desse modo, os utilizadores de iPhone vão receber uma nova prompt, menu com pedido de permissão de acesso às informações de cada utilizador para que o Facebook possa fazer o tracking e apresentar assim publicidade dirigida, entre outros fins.

Facebook quer antecipar-se à Apple e à sua App Tracking Transparency

Apple iOS iPhone Facebook
Os novos "prompts" serão apresentados aos utilizadores de iPhone.

A Apple prepara-se para implementar medidas musculadas para proteger a privacidade dos seus utilizadores. Um novo leque de imposições que limitarão consideravelmente o tipo de informações que as apps poderão colher do utilizador a qualquer altura.

Além disso, o utilizador será notificado sempre que a sua privacidade puder estar em risco, tal como noticiamos anteriormente na 4gnews. A estes será apresentada um novo menu de contexto e pedido de permissões ilustrados na figura acima.

Na prática, a Apple obriga os programadores a pedir permissão aos utilizadores finais antes de colherem os seus dados. Mais ainda, a identificação do utilizador não será feita a menos que este conceda a sua expressa permissão e saiba o que está a "ceder".

A gigante de Cupertino vê esta iniciativa como um incentivo à transparência das aplicações que seguem o utilizador. Para que estes saibam quando uma aplicação colhe propositadamente certos identificadores para fins de publicidade dirigida.

O Facebook era o maior oponente. Agora, quer antecipar-se à Apple

Facebook Apple

Após criticar a Apple em várias instâncias, a empresa de Mark Zuckerberg quer agora antecipar-se à empresa de Tim Cook. As razões para tal não são avançadas, podendo ir do orgulho empresarial, a algum outro fim estratégico não revelado.

O mais provável é o Facebook querer apurar o impacto destas medidas no seu modelo de negócios. Desse modo poderão ganhar algum tempo, valioso, para definir um possível curso de ação que colmate as perdas expectáveis com a publicidade.

Por outras palavras, o Facebook testa este novo terreno, aferindo também a recetividade dos utilizadores iOS. A rede social deu a saber, através do seu blog, que ao colher informações sobre os utilizadores podem "fornecer publicidade mais personalizada".

Além disso, a publicação discorre largamente sobre o potencial danoso desta medida. Algo que pode asfixiar os pequenos programadores e condenar as pequenas empresas que dependem da publicidade dirigida para chegar aos consumidores.

Assim, começará a ser apresentado aos utilizadores iOS a opção de Aceitar, ou Não aceitar, a prática de tracking. A colheita de informações sobre a navegação, anúncios e produtos vistos pelo utilizador assim entregar-lhe os target ads.

Medida que pode asfixiar os pequenos programadores e empresas, diz o Facebook

Apple Facebook

O Facebook reitera as suas críticas à Apple perante a implementação desta política de privacidade. Para a rede social, isto passará ao utilizador uma má imagem de todas as apps que pedirem para seguir o utilizador que, provavelmente, as negará.

Este clima, aponta o Facebook, fará com que poucas pessoas permitam que as suas informações sejam usadas para lhes apresentar publicidade. Ora, tal aspeto é essencial para a sobrevivência e crescimento de pequenos negócios e empresas online.

Mark Zuckerberg expressou publicamente o seu desagrado com esta iniciativa em diversas ocasiões, tentando convencer a Apple, sem sucesso. Chegando inclusive a recorrer a anúncios impressos que ocupavam páginas inteiras de jornal para acusar a Apple.

Mesmo assim, a empresa de Tim Cook afirma o seu compromisso para com os utilizadores, querendo salvaguardar os mesmos da atitude predatória por parte das redes sociais.

Cook, repudiou recentemente as práticas das principais redes, em declarações inflamadas. Em síntese, será o Facebook o primeiro a testar e implementar a nova política da tecnológica rival, Apple.

A escolha, de alimentar ou não a rede social com os seus dados, recairá agora no utilizador de iPhone.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.