Este smartphone Android tem 6 anos e vai receber o Android 10 oficialmente

Bruno Coelho
Comentar

O Fairphone 2 foi lançado em junho de 2015 com design modular. Como acontece noutros dispositivos Android seria de esperar que o seu tempo de vida útil de atualizações já tivesse terminado. Volvidos seis anos, vai ser atualizado oficialmente para o Android 10.

A empresa dos Países Baixos anunciou que já iniciou a fase de testes para o Android 10 neste smartphone. E a versão final estável chegará aos seus utilizadores no início de 2022. Isto significa que o smartphone terá sete anos de suporte.

Our 6-yr-old Fairphone 2 is being upgraded to Android 10. That’s 7 years of software support! An industry first for an Android device! 🙌 Together with the open source community we built the operating system. Proving it is possible to put sustainability at the heart of tech. 🌿 pic.twitter.com/TuUjJWTi5J

— Fairphone (@Fairphone) 23 de novembro de 2021

Fairphone 2 foi lançado com Android 5.1 e vai receber o Android 10

Este será assim o primeiro smartphone Android a receber sete anos de suporte. É bom recordar que o terminal foi lançado com Android Lollipop 5.1. Viria a ser atualizado para o Android 6, Android 7.1 e Android 9.

A verdade é que o Android 10 é uma versão de software com dois anos de vida. Mas não deixa de ser impressionante que um smartphone com este tempo de vida continue a ser atualizado.

Fairphone 2

Este é o tipo de tratamento a que os utilizadores de Android não estão habituados. Apenas a Apple chega perto deste tipo de suporte. Também o iPhone 6S foi lançado em 2015, e pode ser atualizado para o iOS 15.1. O que significa que também terá pelo menos sete anos de grandes atualizações.

Para conseguir isto, a Fairphone terá trabalhado em conjunto com programador Bharath Ravi Prakash. O desenvolvimento desta versão de software para o smartphone terá sido feita em 10 meses.

Já os Fairphone 3 e 3+ preparam-se para receber o Android 11, e os testes já começaram.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.