Disney+ supera previsões de novos subscritores e preços vão subir já em 2022

Rui Bacelar
Comentar

O serviço de streaming de filmes e séries online da Disney, o Disney+ bateu as previsões de crescimento ao granjear mais subscritores do que previsto entre março e junho. Assim, ao contabilizar os vários serviços de streaming deste grupo, o número de assinantes já ultrapassa a plataforma rival, Netflix.

São excelentes notícias para o grupo Disney com a sua plataforma de streaming a desafiar até as previsões mais otimistas. Porém, para o utilizador temos agora a confirmação de um novo aumento de preços. A partir de dezembro de 2022 os valores passarão de 8,99 euros para 10,99 euros. Ou seja, um aumento de 2 € no preço da assinatura mensal do serviço Disney+.

Preços do Disney+ vão aumentar a partir de 8 de dezembro de 2022

Disney+

O incrível crescimento da plataforma será acompanhado de um aumento dos valores da subscrição mensal em 2 €, segundo aponta a publicação The Verge. Esta mesma informação, aliás, já foi confirmada pela companhia norte-americana, com as alterações a serem aplicadas a 8 de dezembro nos Estados Unidos da América.

Teremos, efetivamente, um aumento de 8,99 € para 10,99 € para o atual plano base. Por outro lado, o serviço de streaming também introduzirá um novo plano sustentado por publicidade, tal como a Netflix. Esta será a opção mais barata, custando 7,99 €, ou seja, um euro mais barata que o atual plano base desta plataforma.

Mais ainda, o preço anual do plano base do Disney+ também sofrerá um aumento considerável e 20 euros. Assim, face ao preço atual de 89,99 euros anuais, o serviço custará 109,99 euros com as alterações a entrar em vigor a 8 de dezembro de 2022.

Grupo Disney já ultrapassou os subscritores da Netflix

Ainda que isoladamente o número de subscritores do Disney+ não baste, quando somados os subscritores dos vários serviços de streaming do Universo Disney. A saber, temos os serviços: Disney+ com 152 milhões, ESPN+ com 22,8 milhões e Hulu, incluindo Live TV com 46,2 milhões, o grupo consegue ultrapassar os números da Netflix.

Os resultados estão presentes no mais recente relatório fiscal do grupo Disney. Ao que tudo indica, este aumento de preços servirá para sustentar um novo rol de produções e originais Disney a estrear já no próximo mês de setembro. Ao mesmo tempo, a plataforma continua a crescer a bom ritmo para ultrapassar a atual líder, Netflix, com cerca de 220,6 milhões.

1 🗣 MORE 🗣 MONTH until #DisneyPlusDay! Prepare for a day filled with epic events, premieres, surprises, and so much more. pic.twitter.com/AOv2OtT6JH

— Disney+ (@disneyplus) 8 de agosto de 2022

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com