Descoberto esquema que "injeta" malware através do carregador do telemóvel

António Guimarães
Comentar

A procuradoria de justiça de Los Angeles publicou um aviso referente a um novo esquema que foi detetado em estações de carregamento públicas como hotéis, aeroportos ou paragens de transportes públicos. Software malicioso ou malware é instalado nas tomadas, sendo posteriormente passado para os equipamentos dos utilizadores.

Tal como um vírus, o malware espalha-se assim que alguém carrega o seu telemóvel utilizando a tomada ou cabo infetado. Chamam-lhe de "juice jacking", referindo-se à gíria de "sumo" para bateria, bastante utilizada nos Estados Unidos. Assim que infetados, os equipamentos podem estar susceptíveis a danos ou roubo de dados pessoais.

Para evitar ser vítima deste novo esquema, a procuradoria aconselha aos utilizadores que façam uso de powerbanks ou carreguem os seus próprios cabos para utilização pessoal. O ideal é ter simplesmente o telemóvel sempre bem carregado mas isso nem sempre é possível, obviamente.

Juice jacking já existe há vários anos

Em 2013, durante a conferência de segurança Black Hat, foi demonstrado um adaptador de tomada USB capaz de injetar malware em equipamentos com iOS. Outro exemplo, inclui um aparelho parecido com um adaptador mas que na verdade regista e recolhe batidas nos teclados wireless nas proximidades.

A procuradoria avisa que os carregadores USB podem ser utilizados para transferência de dados, não só para passagem de energia. Mesmo estando o dispositivo bloqueado, hackers podem comprometer a segurança dos equipamentos com o software malicioso certo.

Assim sendo, comprar um cabo USB que só permita transferência de energia é uma boa opção. Utilizar tomadas normais e não adaptadores públicos também é uma forma de contornar este esquema. Apesar dos casos terem sido detetados maioritariamente nos Estados Unidos, nada impede que ataques semelhantes ocorram no resto do mundo.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.