vernee-apollo-7

A OnePlus ficou reconhecida com o mítico slogan de “Flagship Killer”, porém, o que foi perfeito no passado, é uma cruz nos dias de hoje. A jovem empresa já admitiu que está a competir no mundo de flagships e que quer ser olhada como tal.

Mas enquanto que a OnePlus está a olhar para um mercado mais alto e com mais capacidades monetárias, outras empresas querem tirar o seu lugar e possivelmente criar a sua fama.

   

Uma destas empresas chama-se Vernee. A empresa Chinesa entrou no mercado de uma forma forte com o Vernee Thor e o Vernee Apollo Lite e hoje conta com modelos bem relevantes no mundo de gama-média/alta. Os smartphones, como vimos na review do Apollo Lite, não são perfeitos, mas nem o OnePlus One o era.

grafico-oneplus-vernee

A Vernee atreve-se numa newsletter a comparar o seu mais recente smartphone, Vernee Apollo, ao conhecido OnePlus 3T.

A marca não só refere que a nível de design são ambos de qualidade, como indica que as especificações do seu Vernee Apollo não podem ser ignoradas mesmo quando comparadas.

O Vernee Apollo conta com um ecrã de 5.5″ polegadas QHD, 4GB de RAM, processador MediaTek Helio X25, 64GB de memória interna e carregamento rápido. O processador Helio X25, embora inferior ao Snapdragon 821 a nível de potência, deverá dar ao utilizador mais pesado uma utilização fluida, capaz e de qualidade.

vernee-apollo-1

A Vernee indica ainda que o seu ecrã de QHD teria uma qualidade de visibilidade acima do normal e embora LCD, acaba por uma decisão preferencial face ao AMOLED.

Ambos os smartphones contam com carregamento rápido, leitor de impressão digital e uma qualidade de construção acima da média.

Olho por olho, o OnePlus até que pode ser superior, mas quando observamos que o Vernee Apollo tem o valor de 270€, com a oferta de uns óculos VR, e o OnePlus 3T 420€, deixa-nos a pensar.

Talvez queiras ver:

Passado e Futuro: o ano de 2017 para a Huawei

Será este o sucessor do Sony Xperia XA?

Mais de mil milhões de contas Yahoo podem estar comprometidas

FonteVernee PR
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.