bateria

A eterna questão, que assombra todos os utilizadores de smartphones, tablets e outros dispositivos de comunicação e multimédia, continua a ser como aumentar a duração da bateria?

Por vezes torna-se difícil ou até mesmo impossível, chegar ao fim do dia com alguma carga no telemóvel, esse pequeno aparelho que se tornou um companheiro inseparável no nosso dia-a-dia. 

   

Os smartphones ficam mais poderosos e maiores de ano para ano, ecrã maior, melhor processador, mas há um componente essencial que já há vários anos que se mantêm igual. A bateria de iões de lítio, presente quer nos computadores portáteis, smartwatches, tablets e smartphones, omnipresente na nossa vida e por isso mesmo merece a nossa atenção.

Apesar de vários investigadores estarem a trabalhar em tecnologias inovadoras com o intuito de substituir a dependência de iões de lítio as mudanças podem demorar a chegar, e por isso mesmo resolvi deixar aqui algumas dicas, que por experiência própria, ajudam a espremer mais umas horas de uso.

Como funcionam as baterias?

bateria 3As baterias de iões de lítio funcionam através do movimento de iões entre os eléctrodos positivos e negativos, portanto, a energia é libertada durante a deslocação dos iões entre, digamos, o região positiva e a região negativa. Em teoria este mecanismo devia funcionar eternamente, mas as elevadas temperaturas, o envelhecimento e os próprios ciclos de vida, vão diminuindo a performance da bateria com o passar do tempo.

Como as baterias são usadas sob condições exigentes, os construtores fazem uma média modesta da duração das baterias de iões de lítio, entre 300 a 500 ciclos de carga/descarga. E como saber quantos ciclos de vida já utilizamos? Essa é uma pergunta impossível de responder com certezas, uma vez que, vários factores ambientais como a temperatura, muito elevada ou extremamente fria, pode danificar rapidamente uma bateria nova.

A performance de uma bateria é medida pela sua capacidade, sendo usualmente medida em miliampères (mAh), tenha atenção a este valor na compra do seu próximo dispositivo electrónico, quanto maior, melhor.

O que é um ciclo de vida ou carga/descarga?

A opinião consensual defende que um ciclo de vida é o processo pelo qual uma bateriacarregador completamente carregada liberta toda a energia acumulada, portanto dos 100% aos 0%. Claro está, vários factores podem interferir neste processo como já acima referi, mas por norma esta é a opinião aceite.

Os principais fabricantes recomendam uma descarga não completa, nomeadamente, uma descarga de 80-85%. Portanto lembre-se, uma descarga não completa aumenta o tempo de vida útil de uma bateria recarregável. Por norma, assim que o seu smartphone estiver entre 20 a 15% de bateria restante, deve voltar a carregá-lo. Não deixe a bateria do seu dispositivo descarregar completamente!

O que devo fazer?

No dia-a-dia não deixe a bateria do seu smartphone, tablet, etc, atingir valores muito reduzidos. Por norma, quando estiver entre os 20-15% deve carregá-la.

No entanto, uma vez por mês deve deixar a bateria descarregar completamente (0%). Deixe o seu dispositivo desligar-se e depois carregue, sem interrupções até 100%, deixe carregar o tempo que quiser sem preocupações, uma vez cheia a bateria estabiliza, portanto não há perigo em deixar demasiado tempo ligado à tomada. Isto para calibrar a bateria, para que o valor apresentado(%) corresponda ao valor real.

Dicas para aumentar a duração da bateria

  • Luminosidade do Ecrã: embora pareça óbvio, quanto mais brilhante for o ecrã,1-Screenshot_2014-08-03-12-01-44 mais rapidamente ficará sem bateria. O ecrã é na maior parte das vezes o principal consumidor de bateria. A solução mais expedita é colocar em luminosidade automática e em situações de crise colocar manualmente no mínimo.
  • Confira a recepção de sinal de rede. Para saber isto, vá a Definições>Bateria>Informações da Bateria*. Se a barra” Sinal da rede móvel” for verde, então tem boa recepção, caso seja amarela ou sem cor, então poderá querer mudar de operador ou de residência, conforme prefira. Como pode ver pela imagem à direita, a recepção na minha área é bastante fraca, os espaços a verde representam o tempo que estive, por exemplo, no centro da cidade.
  • Bluetooh/GPS/ NFC. Sempre que não estiverem a usar estes parâmetros desliguem-nos. Se precisarem mesmo que a bateria dure mais, desliguem também o Wi-fi, a Sincronização automática, localização e o 4G.
  • Greenify– esta pequena aplicação hiberna todas as aplicações activas, sem prejudicar a sua funcionalidade, conservando RAM e bateria. Funciona em dispositivos sem root.

*nota: a denominação dos menus pode variar conforme o fabricante

Mantenha as suas aplicações debaixo de olho

  • Desinstale ou Desactive as aplicações que já não usa, ou todo o bloatware que vulgarmente vem instalado no dispositivo. Essas aplicações ficam ali a consumir bateria, ocupar memória interna e RAM.
  • Verifique quais são as aplicações que usam mais bateria, vá a Definições>Bateria ou Utilização de Bateria. Por norma, o Google + e o Skype são as que vem instaladas por definição e pouco, ou nenhum, uso tem. Suponho que já tenha depreendido o que fazer a estas inutilidades.
  • Atenção aos Live Wallpapers, ficam bonitos é verdade, mas consomem mais bateria e RAM.
  • Se tiver um dispositivo Samsung use um wallpaper mais escuro, os display’s AMOLED gastam mais energia para produzir as cores mais brilhantes.

Evite riscos desnecessários

  • Tente não fazer chamadas quando o dispositivo estiver a carregar
  • As temperaturas altas/ calor, são a maior razão para a degradação da bateria e consequente diminuição da vida sua vida útil. Não deixe o seu smartphone/ tablet dentro do carro ao sol, sujeito a luz solar directa ou qualquer outra fonte de calor.
  • As baterias tendem a durar mais, aumento da vida útil mas ligeira diminuição de performance em temperaturas firas.
  • Utilizar baterias de fornecedores não oficiais pode ser perigoso, diferenças em certos parâmetros pode, em último caso, fazer com que a bateria expluda ou incendeie.
  • Não deve, por via da regra, deixar a bateria descarregar totalmente, como já acima expliquei.
  • No entanto, mensalmente deve deixa-la descarregar completamente e depois carregar totalmente, para a bateria calibrar.
  • Se planeia arrumar o seu dispositivo durante um grande período, digamos 3 meses ou mais, deve-o deixar com a carga a 40% mais coisa menos coisa. A carga restante manterá a bateria e o seu circuito de protecção operacional.

Conselhos finais

Pode também utilizar um Power Bank, estes gadgets  são basicamente umas pilhas/baterias portáteis, com os quais pode carregar os seus aparelhos quando não tem uma tomada por perto. A sua capacidade, medida em miliampères mAh, varia proporcionalmente ao seu preço.

A título de exemplo, se o seu smartphone tiver uma bateria de 1500 mAh e o Power Bank tiver 3000mAh, pode fazer duas cargas completas do seu telemóvel; caso este tenha uma bateria de 3000 mAh então só poderá fazer uma carga completa. São cada vez mais um acessório útil e estão disponíveis em vários formatos e cores.

Este tipo de baterias, de iões de lítio, não vicia e por isso pode ligá-lo à tomada a qualquer momento, ou desligá-lo antes de completar o carregamento.

Até surgir uma nova tecnologia ou um grande avanço no que toca às baterias estes conselhos e dicas pretendem ajudá-lo a usufruir ainda mais de todos os seus dispositivos. Espero que seja útil e caso se lembrem de mais algum, por favor, deixem nos comentários.

Acima de tudo, desfrutem dos vossos equipamentos!

Deixe-nos o seu Like na página do Facebook  e Subscreva o canal no Youtube .

Aplicação para Android 4Gnews.pt
Windows Phone  4Gnews.pt 8 e 8.1

fonte1, fonte2, fonte3, fonte4, fonte5
via

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).