Home Criptomoedas

China proíbe ICO’s e Bitcoin sofre uma queda ainda maior

China proíbe ICO's e Bitcoin sofre uma queda ainda maior

A China anunciou oficialmente que proíbe a “construção” ou “parceiras” de ICO’s no seu País, esta medida influencia o valor de Bitcoin, Ethereum e outras criptomoedas de uma forma forte.

Embora esta proibição não afete diretamente as moedas Bitcoin ou Ethereum, a notícia da proibição do governo da China para novas ICO’s (Initial Coin Offering) fez com que alguns investidores ficassem com medo do que aí está para vir.

Vê ainda: CEO da Xiaomi mostra a caixa do Xiaomi Mi Mix 2

A nova lei que proíbe qualquer tipo de negócio com as ICO’s chega do Banco Central da China que classifica estas startups como prejudiciais para a ordem financeira do País.

De uma forma simples, uma ICO é uma angariação de fundos de projetos Startup que visam em criar uma moeda virtual idêntica o Bitcoin ou Ethereum. Com o crescimento das ICO’s na China o mercado acabou por ficar volátil ao ponto do governo ter de tomar estas medidas extremas.

Bitcoin, Ethereum e Dash sofreram uma queda considerável nos últimos dias!

De acordo com o Banco Central da China, muitas destas Startups visam apenas obter lucro rápido prometendo algo que não conseguem cumprir, com esta proibição tal deixará de acontecer e trará novamente “ordem” à economia do País.

Como referi, esta proibição não interfere com criptomoedas já bem estabelecidas no mercado, porém, de uma forma ou de outra, estas decisões tem afetado o seu valor. O Bitcoin que recentemente esteve nos 5000 dólares, tem sofrido particularmente bastante e neste momento está nos 4283$.

O Ethereum é também uma das criptomoedas mais afetas nesta nova lei. Tal como Bitcoin não será proibida a sua mineração ou utilização na China, contudo, o seu valor desceu (e continua a descer) para os 294$.

Outros assuntos relevantes:

Jogar Xbox com rato e teclado? Em breve será possível

Os valores do Apple iPhone 8 e possíveis variantes de memória revelados

Bitcoin e Ethereum caem fortemente nos últimos dias

 

FonteCNBC
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.