Análise ao filme "Call Me By Your Name" - Naturalmente o amor

Rute Ferreira
Call Me By Your Name Filme
Capa do filme "Call Me By Your Name"

O panorama cinematográfico em Portugal não podia ter começado melhor em 2018.

Para quem já conhece o realizador Luca Guadagnino, com a estreia do novo filme "Call Me By Your Name" não se pode esperar mais do que um título inesquecível e maravilhoso. Retemos com ele um passeio poético pela natureza, que dura umas férias de Verão e o transforma num amor destemido, sem olhar para o depois.

Vê ainda: Dragon Ball Super. Já há títulos referentes aos episódios 128 e 129!

Luca Guadagnino já nos tinha premiado com a grandeza de "Lo sono l´amore" e o intrigante "A Bigger Splash". Com este novo filme deliciamos-nos em ver um amor terno mas intenso, tímido, mas que, quando assumido, se transforma num verdadeiro poema de amor.

"Call Me by Your Name" é um filme nomeado para os Óscares 2018!

A adaptação para cinema do livro de André Aciman (2007), com o mesmo nome, faz jus a todos os sentimentos que transbordam aquando da sua leitura. "Call Me by Your Name", passa-se na década de 1980 e conta a história de um americano, Oliver (Armie Hammer), investigador de arqueologia, que vai passar uma temporada a Itália, com um professor com quem trabalha e a sua família.

Ao conhecer Elio (Timothée Chalamet), o filho do professor, Oliver encanta-se com o jovem que, apesar de recatado, é confiante e anseia por emoções novas e vivências amorosas. As primeiras sensações sentidas por Elio afastam-no de Oliver, mas a pouco e pouco torna-se impossível esconder o sentimento que o liga ao americano.

Este filme é belo. O amor entre duas pessoas conjuga-se com a natureza que os envolve, parece que tudo é parte de um só. O espectador quase que não consegue separar o fascínio de todos os pormenores que o ambiente lhe transmite, com a intensidade do amor que os une.

Todos os movimentos são maravilhosamente intencionais. Um toque entre os dois, a brisa entre as árvores, o som da água a correr, criando um forte magnetismo no público durante quase todo o filme. Também a música de Sufjan Stevens, "Mystery of Love", condiz tão bem com o filme que o torna ainda mais fascinante.

"Call Me by Your Name" está nomeado para os Óscares 2018, nas categorias de melhor filme, melhor actor, melhor canção original e melhor argumento adaptado.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Microsoft Build 2018. Será o palco da Redstone 5 para Windows 10?

Google Home já mostra a previsão meteorológica na TV pelo Chromecast

Smartphone Android da Vivo quase sem margens emerge na internet