Auscultadores sem fios da Realme terão carregamento sem fios

Carlos Oliveira
Comentar

Segundo o que avança a GSMArena, os auscultadores sem fios da Realme chegarão com suporte para carregamento sem fios. Esta funcionalidade virá de fábrica, o que será uma vantagem face a alguns dos seus concorrentes.

Se tomarmos a Apple como exemplo, terás de desembolsar mais dinheiro para comprar uma caixa que te permitirá carregar os AirPods sem fios. Algo que a Realme não quer fazer aos seus utilizadores.

Significa que a caixa original que virá com os Realme Buds Air já suportarão carregamento sem fios. Aliás, a imagem seguinte mostra-nos precisamente a caixa destes gadgets a carregar numa base compatível.

Realme Buds Air

Caixa dos Realme Buds Air faz-nos lembrar a caixa dos AirPods Pro

É inegável a semelhança existente entre a caixa dos Realme Buds Air a dos AirPods Pro. Temos uma caixa com um formato um pouco mais largo, não descurando os cantos arredondados.

Se a caixa dos Realme Buds Air nos relembram os AirPods Pro, o design dos auscultadores remete-nos para gerações anteriores. Nota-se que a empresa não dedicou muito tempo à criação deste gadget, optando por copiar uma estética já presente no mercado.

Para alguns isso poderá ser uma desvantagem, para outros não. Os AirPods são um sucesso no mercado, mas creio que tal não se deve ao seu design, mas sim à sua facilidade de utilização.

Realme Buds Air chegarão por 65€

Se há ponto em que os auscultadores sem fios da Realme se destacarão da Apple é no preço. Enquanto o produto da Apple pode ascender aos 279€, o da empresa chinesa fica-se pelos 65€.

Esse preço irá colocá-los na mesma gama dos Xiaomi Mi Mi True Wireless. Nesse sentido, será importante perceber quais as suas vantagens face ao produto da Xiaomi. Tudo será esclarecido no dia 17 de dezembro, altura em que os Realme Buds Air serão revelados ao mundo.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.