Atenção: Xiaomi 'Quick Apps' bloqueada pelo Google Play Protect!

Vitor Urbano
1 comentário

Se tens um smartphone da Xiaomi, se calhar não é má ideia pensares se vale a pena teres a aplicação 'Quick Apps' ativa. Recentemente, começou a ser relatado que a última atualização da App está a ser bloqueada pelo serviço Google Play Protect.

Não é explicito o porquê de estar a ser bloqueada, apenas é referido que a aplicação consegue recolher informações e que pode ser usada para te "seguir". Apesar de não estar disponível na Play Store, este serviço de segurança faz uma análise de todas as aplicações instaladas no smartphone.

Xaomi Quick Apps perigo

Xiaomi 'Quick Apps' tem um assustador número de permissões perigosas!

Não sendo totalmente claro o que a fabricante poderá estar a fazer com as informações recolhidas pela aplicação, a Quick Apps requer um inacreditável número de permissões para poder funcionar.

De acordo com um extenso relatório publicado no site Medium.com revelou que, a aplicação requer mais de 55 permissões no teu smartphone. Entre elas, estão incluídas permissões para realizar ações que te podem colocar em risco:

  • Instalar aplicações sem notificação
  • Acesso a informações sobre IMEI, número de telefone e outras credenciais
  • Gravar áudio, vídeo e chamadas de voz

Basicamente, a aplicação tem todas as permissões necessários para aceder, utilizar e armazenar todos os dados do utilizador presentes no smartphone. Além disso, é também uma grande vulnerabilidade para todas as outras aplicações, que podem ser atacadas através da "Quick Apps".

Why the quick apps is got blocked by the play protect? There is a app update in system app updater and while installing the quick apps got blocked by play protect. @XiaomiIndia @s_anuj @manukumarjain @cmanmohan pic.twitter.com/NBe6vYWxSd

— Vyas Yalamudi (@vyas_yalamudi) 14 de novembro de 2019

"Ataques" publicitários parece ser o principal objetivo desta aplicação

De acordo com o mesmo relatório, tudo indica que a principal utilização que a Xiaomi está a dar à informação recolhida pela aplicação é referente a campanhas publicitárias.

Ao recolher informações extremamente detalhadas sobre os seus utilizadores, tem à sua disposição informação extremamente valiosa para disponibilizar publicidade.

Relembro que uma das estratégias que permite à Xiaomi lançar no mercado smartphones com preço tão apetecível, é graças à presença de publicidades na sua interface. Esta poderá ser uma das principais ferramentas que lhes permite alcançar uma taxa de sucesso tão elevada nas suas campanhas.

É importante realçar que até agora, o serviço de segurança Google Play Protect nunca encontrou nenhum problema nesta aplicação, apesar do suspeito número de permissões. Por isso, é possível que a fabricante tenha ultrapassado alguns limites na nova atualização, para que tenha sido sinalizada como perigosa.

Ainda não foi publicado nenhum comentário oficial por parte da marca, mas é provável que precisem de alterar algumas das novas implementações.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.