Apple Watch Ultra 2 será o primeiro a ter este atributo no universo iOS

Mónica Marques
Comentar

Desde há algum tempo que se fala nas intenções da Apple em adotar ecrãs microLED para toda a sua linha de produtos.

Parece que os planos vão avançar e o primeiro a receber este atributo será o Apple Watch Ultra de segunda geração que pode chegar no final de 2024 ou no início de 2025.

Apple Watch Ultra 2 com ecrã microLED só em 2024 ou mesmo em 2025

Imagem do Apple Watch Ultra no pulso de uma pessoa
A Apple quer integrar painéis microLED, produzidos por si, no Apple Watch Ultra de segunda geração Crédito@Apple

Muitos rumores avançaram já que a Apple pretende equipar a sua linha de produtos com ecrãs microLED. A empresa de Cupertino quer fornecer aos seus utilizadores todas as vantagens que este tipo de painel traz consigo.

Tem um brilho maior, assim como uma taxa de contraste otimizada, além de garantir um consumo de energia mais reduzido. Por estas razões, a ideia da Apple é integrar este tipo de painel nas séries de iPhone, iPad e também nos smartwatches.

De acordo com a publicação Digitimes, o primeiro a ter este atributo será o Apple Watch Ultra de segunda geração. No entanto, esse modelo só deve ser lançado pela empresa de Cupertino no final do próximo ano (2024) ou mesmo no início de 2025. Portanto, ainda vamos esperar algum tempo.

Podemos inclusive esperar mais para ver este mesmo atributo em outros equipamentos Apple. Tudo porque a marca só irá avançar para a integração de painel microLED nos modelos de iPhone e iPad depois de ver (bons) resultados no Apple Watch Ultra 2.

Ainda segundo a mesma fonte, a Samsung Display e a LG vão ser os fornecedores mais afetados por esta opção. Tudo porque a Apple irá usar os seus próprios ecrãs microLED nestes equipamentos.

É mais um passo que a empresa de Cupertino dá para reduzir a dependência que atualmente tem de vários fornecedores diferentes.

Mas também a Samsung Display e a LG podem ter de esperar algum tempo até a Apple cumprir o seu objetivo. Segundo Mark Gurman, jornalista da agência Bloomberg e conhecida fonte de informações sobre a Apple, a empresa de Cupertino pode levar uma década inteira para substituir os ecrãs das séries de iPhone, iPad e Mac.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira. Email:monicamarques@4gnews.pt