Apple vai aumentar significativamente o preço dos produtos em breve

Carlos Oliveira
1 comentário

A escassez de componentes e chips afeta vários setores do mercado tecnológico. A Apple é uma das poucas empresas que parece estar a conseguir passar imune a este contratempo, mas isso estará prestes a terminar.

Um novo relatório proveniente da Nikkei aponta para um expectável aumento no preço dos produtos que a Apple lançará futuramente. A razão prende-se precisamente com a escassez de componentes no mercado.

TSMC obrigará a Apple a um aumento "notório" no preço dos seus produtos

Este relatório afirma que a Apple será obrigada a um aumento "notório" no preço dos seus dispositivos. Algo que acontecerá não por vontade da empresa americana, mas, porque a TSMC prepara-se para aumentar o custo de produção de novos componentes.

Apple

Devido à escassez de matéria-prima, a TSMC, parceira de longa data da Apple, vê-se agora obrigada a aumentar os seus preços. Isto significa que os custos de produção de novos componentes irá aumentar e que as marcas irão refletir esse aumento no preço final dos seus equipamentos.

As novas tabelas de preço da TSMC deverão entrar em vigor a partir de 1 de outubro. Qualquer componente produzido após essa data será mais caro do que atualmente e será produzido em unidades estritamente necessárias.

Para o consumidor final, isto significa que os iPhone, iPad e Mac´s estão na eminência de ficarem ainda mais caros. Não é consensual se os iPhone 13 irão refletir já este aumento nos custos de produção, mas os produtos Apple do próximo ano não deverão escapar.

Muito recentemente, outra fonte sugeriu que os iPhone 13 seriam mais caros do que os seus antecessores. A razão para tal tinha que ver precisamente com o aumento dos preços impostos pela TSMC, podendo o modelo mais dispendioso desta família de smartphones ultrapassar os 2000 €.

A fazer fé naquilo que a Nikkei reporta mais recentemente, o aumento nos preços dos produtos da Apple é inevitável. Será uma questão de quando e não uma questão de se.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.