Apple: serviços podem levar utilizadores a comprar equipamentos iOS

Mónica Marques
Comentar

De acordo com alguns analistas os serviços da Apple podem tornar-se num dos argumentos mais fortes de compra para os utilizadores adquirirem equipamentos iOS.

Tudo porque a cadeia de fornecimento de componentes continua a enfrentar algumas dificuldades e modelos como o iPhone SE e iPhone 13 mini não estão a alcançar o sucesso esperado. Assim, os serviços são o ponto diferenciador da concorrência.

Apple está a reduzir produção de unidades de iPhone

iPhone SE 2022
Apple terá reduzido a produção do iPhone SE em 20 milhões de unidades

Segundo informações agora divulgadas pelo site 9to5Mac, a Apple está a reduzir a produção de modelos de iPhone. Na origem da decisão, estão as dificuldades que a cadeia de fornecimento de componentes ainda enfrenta, assim como o conflito bélico travado entre a Ucrânia e a Rússia.

A mesma informação é também divulgada pelo site Seeking Alpha que avança que a produção anual do iPhone pode sofrer um corte em 9 milhões de unidades. Por sua vez, vários analistas de mercado apontam que a Apple poderá proceder a mais cortes de produção em outros equipamentos, num futuro próximo.

Recentemente, o conhecido analista Ming-Chi Kuo alterou a sua previsão de vendas globais do iPhone SE de 25 a 30 milhões de unidades para 15 a 20 milhões de exemplares. Entretanto, foi igualmente noticiado que a Apple estava já reduzir a produção do smartphone acessível em cerca de 20 milhões de unidades.

Por outro lado, aparentemente o iPhone 13 mini não está também a ter o sucesso esperado, uma vez que os utilizadores estão a optar pelo modelo padrão iPhone 13 que integra um ecrã maior.

Serviços da Apple podem ser o argumento diferenciador para os utilizadores abraçarem o universo iOS

Apple Music
Serviço Apple Music tem vindo a crescer e pode tornar-se num dos argumentos para serem vendidos mais equipamentos iOS

Por todas estas razões, os serviços da Apple podem tornar-se num dos principais argumentos para os utilizadores comprarem equipamentos iOS, visto que serão o ponto diferenciador da restantes oferta presente no mercado.

O analista David Vogt da empresa de investimentos USB vai mais longe e afirma que serviços como o Apple Music, Apple TV+ e iCloud são já "um diferencial importante".

O site Seeking Alpha confirma esta tendência, revelando que uma pesquisa recentemente feita mostrou que a taxa de crescimentos dos serviços Apple Music, iCloud, Arcade e Fitness está a crescer, enquanto que a Apple TV+ se mantém estável.

Por outro lado, os utilizadores de modelos iPhone 12 e iPhone 13 têm vindo a impulsionar a receita dos serviços da Apple, sendo que após um "boom" da App Store durante a pandemia Covid-19, agora a loja de aplicações representa uma fatia menor da receita. No entanto, a adoção do Apple Pay continua a aumentar.

Na mesma pesquisa, o site Seeking Alpha descobriu ainda que a taxa de retenção e atualização do iPhone se mantém alta, especialmente no seu país de origem, os Estados Unidos da América.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.