Apple quer trazer para o iMessage a possibilidade de editar mensagens enviadas

Carlos Oliveira
1 comentário

Com a concorrência entre as plataformas de troca de mensagens a ser cada vez maior, a Apple tem uma ideia para destacar a sua proposta. A empresa americana quer possibilitar a edição de mensagens que já tenham sido enviadas.

Esta novidade foi conhecida depois da publicação de uma nova patente submetida pela Apple junto da USPTO. Neste documento temos as pistas necessárias para perceber como tudo funcionará.

Edição de mensagens enviadas será simples e transparente

Quantas vezes já enviaste uma mensagem a um amigo ou conhecido com erros ortográficos. Isso certamente aconteceu a todos e agora deixará de ser necessário enviar uma nova só para escrever corretamente uma palavra.

Num caso deste género, bastará fazer uma pressão prolongada na mensagem que pretendes editar para que a opção seja mostrada. A partir daí, só tens de editar aquilo que queres e enviar de novo para o teu contacto.

iMessage edição

De forma a garantir uma maior transparência, as mensagens editadas serão classificadas como tal junto de quem as recebe. Ademais, a pessoa poderá ver o conteúdo da mensagem original, portanto, não penses que esta poderá ser a tua salvação para quando envias algo que não deverias ter enviado.

Com a descoberta desta patente, temos uma pista de uma das possíveis funcionalidades do iOS 14. Ainda que a aplicação desta tecnologia não esteja garantida, a melhor altura para o fazer é com o lançamento da nova versão do sistema operativo.

iMessage encontra-se atrás da concorrência

Este serviço até pode ser vantajoso para quem usa um iPhone, mas só o facto de estar limitado aos equipamentos Apple é já um limitador do seu sucesso. Afinal de contas, nem todos os nossos contactos usam um iPhone.

Nestes casos, é provável que sejam usados outros serviços semelhantes que abranjam mais plataformas. Opções como o WhatsApp ou Facebook Messenger podem ser usados em Android ou iOS e isso é um ponto a seu favor. Dificilmente a Apple alargará o iMessage a outras plataformas, mas temos de reconhecer que isso limita a sua adoção.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.