Apple pode dar ao iPhone uma funcionalidade importante para todos os pais

Mónica Marques
Comentar

Não é segredo que a Apple está cada vez mais empenhada em garantir segurança e privacidade aos seus utilizadores.

Mas agora parece querer ir mais longe com uma nova funcionalidade de controlo parental para proteger os mais novos de alguns riscos que correm online.

Equipamentos iOS notificam pais de que a criança recebeu ou enviou conteúdo sexualmente explícito

Apple iPad mini

Ultimamente, a maior parte das notícias sobre a Apple estão, de alguma forma, relacionadas com o facto de a empresa concentrar os seus esforços em garantir que os seus utilizadores têm segurança e privacidade. E esta notícia é mais uma prova dessa estratégia.

Ao que tudo indica, a empresa de Cupertino quer garantir mais segurança online às crianças e pretende integrar nos seus equipamentos iOS uma nova funcionalidade que dará um passo importante nessa direção.

De acordo com informações agora divulgadas, o próximo iOS 15.2 vai permitir que tanto o iPhone como o iPad sejam capazes de detetar se um utilizador recebe mensagens de texto ou fotos sexualmente explícitas.

Com a nova funcionalidade disponível, quando as crianças receberem uma foto explícita desadequada à sua idade, verão a imagem desfocada e se tentarem visualizar, recebem um alerta a perguntar se querem mesmo ver.

No caso de a curiosidade vencer e a criança visualizar a imagem, os pais recebem uma notificação de que a criança visualizou material sensível.

E se a criança tentar enviar conteúdo sexualmente explícito, o processo é igual. Em primeiro lugar segue um alerta para a criança a avisar de que aquele é conteúdo explícito e, se a criança ainda assim enviar, os pais são avisados.

Mas os pais ainda terão de esperar algum tempo para ter acesso a esta funcionalidade de controlo parental, uma vez que para já o recurso está apenas disponível na versão 15.2 Developer Beta 2 para testes.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.