O futuro da Apple não depende do iPhone! Mas de subscrições

Vitor Urbano

No que respeita à comparação direta entre a App Store e a Google Play Store, já não é novidade que a loja da Apple apresenta receitas muito superiores. No entanto, novos dados publicados pela Sensor Tower revelam uma previsão deveras surpreendente. Com as receitas do iPhone a sofrerem grandes quebras durante os últimos tempos, a empresa de Cupertino vai precisar de se apoiar noutra 'galinha dos ovos de ouro'.

De acordo com os dados publicados pela Sensor Tower, o futuro da Apple não estará dependente das vendas do iPhone, mas sim dos seus serviços de subscrição. A empresa prevê que durante os próximos 4 anos, as receitas da App Store irão duplicar graças aos novos serviços.

Apple Tim Cook

Além das habituais compras in-app, um dos grandes responsáveis por este grande crescimento serão os vários serviços de subscrição. Relembro que recentemente a empresa de Tim Cook apresentou três novos serviços de subscrição, dedicados a notícias, jogos e televisão.

Apple vai ter de continuar a apostar forte na qualidade dos serviços de subscrição!

Além dos seus próprios serviços, a Apple irá continuar a ver as receitas aumentarem no que respeita aos restantes serviços presentes na App Store. Tudo graças à taxa de 30% cobrada por cada compra/subscrição feita através da sua loja de aplicações.

Ainda que este seja o grande ponto de foco da Apple para os próximos anos, não deverá ser o único responsável por este grande crescimento nas receitas. Uma vez mais, a Sensor Tower acredita que os principais responsáveis serão países africanos e da América do Sul, que continuam a apresentar uma evolução surpreendente.

Até 2023, espera-se um crescimento de 296% para o continente africano e 296% para América do Sul.

Apple subscrições iphone

Outro dado curioso publicado pela Sensor Tower envolve a comparação direta entre a loja da Apple e da Google. Ainda que a App Store continue a apresentar números bem mais elevados. Durante o mesmo período de tempo, a Google Play Store deverá apresentar um crescimento ainda maior. Alcançando até 2023 um crescimento a rondar os 140%.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.