Apple iPhone 13 ganha terreno e envergonha a concorrência Android

Rui Bacelar
Comentar

A Apple é a fabricante com maior taxa de retenção dos consumidores em pleno 2022. Para além disso, os seus Apple iPhone são o telemóvel favorito sempre que um consumidor planeia trocar de smartphone, com base num estudo de mercado recente.

Mais concretamente, na realidade de mercado dos Estados Unidos da América, 73% dos consumidores que procuram um novo smartphone consideram, em primeiro lugar, a compra de um novo Apple iPhone. Por outro lado, apenas 16% considera primeiramente os produtos da rival sul-coreana Samsung e respetivos smartphones Android.

Apple conquista o coração dos consumidores muito mais que os Android

Apple iPhone

O estudo de mercado em questão reúne as opiniões de vários representantes das principais operadoras de redes móveis dos Estados Unidos da América. Desse modo, refletem a realidade económica do terceiro maior mercado mundial de dispositivos móveis.

Entre as conclusões avançadas está a vontade expressa por 43% dos inquiridos em trocar de Android para iOS devido ao software e ecossistema. Por outro lado, 51% dos representantes referiu que a tendência de troca entre iOS para Android era sensivelmente a mesma com base no software.

Por outro lado, apenas 5% declararam a sua preferência pelo sistema Android face ao iOS. Ou seja, o sistema da Apple cativa a preferência da maioria dos consumidores, com base nas declarações emitidas pelos representantes das operadoras móveis.

Apple cativa cada vez mais os consumidores face ao Android

Apple iPhone

Em particular a gama Apple iPhone 13 estará a conquistar mais utilizadores Android para o universo iOS. Mais concretamente, com os modelos iPhone 13 e iPhone 13 Pro a estarem entre os mais requisitados. Todavia, não foram fornecidos números de vendas para sustentar estas afirmações, apenas as tendências de mercado com base no contacto com os consumidores norte-americanos.

Podemos ainda dar conta da procura preferencial pelo modelo Apple iPhone 13, com 25% de quota de mercado em maio. Em seguida temos o Apple iPhone 13 Pro Max com 16%, seguido pelo iPhone 13 Pro com 13% de quota de mercado.

Por fim, o iPhone 13 Mini cativou 2% de quota de mercado, com os demais modelos de Apple iPhone em comercialização a conquistarem 4% do mercado. Para além disso, os representantes das operadoras referiram que as vendas do novo Apple iPhone SE 3 eram fracas.

Resta-nos agora esperar pela apresentação da próxima geração de dispositivos móveis iOS com a gama iPhone 14 a estrear, muito provavelmente, em setembro próximo.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com