Apple Glass: óculos de Realidade Aumentada terão ecrãs micro OLED

Rui Bacelar
Comentar

A TSMC, fornecedora de componentes como semicondutores, é uma das parceiras de longa data da Apple. Agora, de acordo com a agência Reuters, esta entidade desenvolve agora uma solução avançada para ecrãs micro OLED a aplicar nos Apple Glass.

Os óculos de Realidade Aumentada (RA) são um dos produtos mais enigmáticos da gigante de Cupertino, fazendo várias rondas no mundo dos rumores e algumas manchetes, sem nunca vermos sequer um protótipo dos mesmos, algo que pode mudar em breve.

Apple Glass, os enigmáticos óculos de Realidade Aumentada

Imagem alusiva aos Apple Glass, não representa o produto em questão.

Citando fontes próximas da Apple e dos seus planos, a Nikkei também avançou que os óculos estarão efetivamente a ser desenvolvidos pela tecnológica. Mais concretamente, dando conta do início da fase de testes de produção para apurar e exequibilidade da produção em massa em fase posterior.

Quer isto dizer que uma eventual produção em massa, apontada para o mercado de consumo, está ainda a vários meses ou anos de se materializar. Para já, a fabricante estará a ensaiar vários modelos de produção que possam ir ao encontro dos requisitos exigidos.

Ao contrário dos tradicionais ecrãs LED e módulos OLED utilizados de forma massiva na indústria, a tecnologia micro OLED promete alta resolução, alta eficiência energética e, acima de tudo, um formato reduzido graças à compactação dos componentes.

O micro OLED será crucial para o futuro da Apple

Os avanços do micro LED são possíveis graças à construção destes painéis diretamente nas wafers, abdicando do substrato ou base de vidro como nas outras tecnologias mencionadas. O resultado? Um ecrã e sistema substancialmente mais fino e pequeno do que qualquer ecrã com retro-iluminação LED, ou OLED.

Tal tecnologia é ideal para aplicações onde o ecrã tem de passar despercebido, tal como numa possível aplicação em óculos de realidade aumentada. Como tal, os Apple Glass, caso venham a ser apresentados, utilizarão este mesmo padrão micro LED.

O micro OLED na base das soluções optoeletrónicas da Apple

"As principais empresas dedicadas à produção de ecrãs são muito proficientes no desenvolvimento de ecrãs cada vez maiores, mas o oposto não se verifica. Quando são necessários ecrãs compactos, muito reduzidos e finos como os que são necessários para óculos de realidade aumentada, aí torna-se mais difícil." aponta uma das fontes citadas.

"A Apple associar-se à TSMC, fabricante de semicondutores para a produção de ecrãs micro LED é uma associação natural uma vez que esta entidade tem experiência na compactação de componentes e desenvolvimento de soluções ultra-pequenas e boas, ao passo que a Apple também aumenta o seu conhecimento na indústria dos painéis e tecnologia associada." aponta a fonte.

Patente da Apple descrevendo um dispositivo optoeletrónico. Crédito: Apple

Os painéis em teste são extremamente compactos, tendo aproximadamente uma polegada de diagonal, sugerindo também que a empresa testa a aplicação de uma das suas patentes (imagem acima).

O possível produto final está ainda a anos de distância, mas podemos ver agora vários indicadores na indústria a apontar no sentido do seu desenvolvimento. Será, provavelmente, uma solução que alia a ótica à eletrónica, com os óculos a serem o recetáculo.

Por outras palavras, a aplicação provável para tal tecnologia seriam os seus óculos de realidade aumentada, os Apple Glass.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi Mi 11 surpreende em teste de resistência! (vídeo)
  • Apple disponibiliza novo update para macOS Big Sur 11.2.1
  • iPhone 12 Mini: números de vendas atestam o fracasso do smartphone
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com