Apple Glass: óculos de Realidade Aumentada terão ecrãs micro OLED

Rui Bacelar
Comentar

A TSMC, fornecedora de componentes como semicondutores, é uma das parceiras de longa data da Apple. Agora, de acordo com a agência Reuters, esta entidade desenvolve agora uma solução avançada para ecrãs micro OLED a aplicar nos Apple Glass.

Os óculos de Realidade Aumentada (RA) são um dos produtos mais enigmáticos da gigante de Cupertino, fazendo várias rondas no mundo dos rumores e algumas manchetes, sem nunca vermos sequer um protótipo dos mesmos, algo que pode mudar em breve.

Apple Glass, os enigmáticos óculos de Realidade Aumentada

Citando fontes próximas da Apple e dos seus planos, a Nikkei também avançou que os óculos estarão efetivamente a ser desenvolvidos pela tecnológica. Mais concretamente, dando conta do início da fase de testes de produção para apurar e exequibilidade da produção em massa em fase posterior.

Quer isto dizer que uma eventual produção em massa, apontada para o mercado de consumo, está ainda a vários meses ou anos de se materializar. Para já, a fabricante estará a ensaiar vários modelos de produção que possam ir ao encontro dos requisitos exigidos.

Ao contrário dos tradicionais ecrãs LED e módulos OLED utilizados de forma massiva na indústria, a tecnologia micro OLED promete alta resolução, alta eficiência energética e, acima de tudo, um formato reduzido graças à compactação dos componentes.

O micro OLED será crucial para o futuro da Apple

Os avanços do micro LED são possíveis graças à construção destes painéis diretamente nas wafers, abdicando do substrato ou base de vidro como nas outras tecnologias mencionadas. O resultado? Um ecrã e sistema substancialmente mais fino e pequeno do que qualquer ecrã com retro-iluminação LED, ou OLED.

Tal tecnologia é ideal para aplicações onde o ecrã tem de passar despercebido, tal como numa possível aplicação em óculos de realidade aumentada. Como tal, os Apple Glass, caso venham a ser apresentados, utilizarão este mesmo padrão micro LED.

O micro OLED na base das soluções optoeletrónicas da Apple

"As principais empresas dedicadas à produção de ecrãs são muito proficientes no desenvolvimento de ecrãs cada vez maiores, mas o oposto não se verifica. Quando são necessários ecrãs compactos, muito reduzidos e finos como os que são necessários para óculos de realidade aumentada, aí torna-se mais difícil." aponta uma das fontes citadas.

"A Apple associar-se à TSMC, fabricante de semicondutores para a produção de ecrãs micro LED é uma associação natural uma vez que esta entidade tem experiência na compactação de componentes e desenvolvimento de soluções ultra-pequenas e boas, ao passo que a Apple também aumenta o seu conhecimento na indústria dos painéis e tecnologia associada." aponta a fonte.

Os painéis em teste são extremamente compactos, tendo aproximadamente uma polegada de diagonal, sugerindo também que a empresa testa a aplicação de uma das suas patentes (imagem acima).

O possível produto final está ainda a anos de distância, mas podemos ver agora vários indicadores na indústria a apontar no sentido do seu desenvolvimento. Será, provavelmente, uma solução que alia a ótica à eletrónica, com os óculos a serem o recetáculo.

Por outras palavras, a aplicação provável para tal tecnologia seriam os seus óculos de realidade aumentada, os Apple Glass.

Editores 4gnews recomendam:

  • Xiaomi Mi 11 surpreende em teste de resistência! (vídeo)
  • Apple disponibiliza novo update para macOS Big Sur 11.2.1
  • iPhone 12 Mini: números de vendas atestam o fracasso do smartphone
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt