Apple está a desenvolver a sua alternativa à Pesquisa Google

Carlos Oliveira
Comentar

Quando falamos em motores de pesquisa, não há dúvida que a Pesquisa da Google é o mais competente e utilizado em todo o mundo. É muito difícil fazer frente à Google neste campo, mas tudo indica que a Apple quer mesmo tentar a sua sorte.

De acordo com um relatório do Financial Times, a Apple está a trabalhar no desenvolvimento do seu próprio motor de pesquisa. Um projeto que poderá ditar o fim da presença da Pesquisa Google nos seus equipamentos.

Ainda não é certo em que moldes operará o motor de pesquisa da Apple. Será importante perceber se será uma ferramenta apenas para pesquisas nos equipamentos da marca ou se um módulo web tal qual aquele que a Google oferece em qualquer plataforma.

iPhone

Apple já deu alguns sinais de que quer ter o seu motor de busca

Os mais atentos certamente já perceberam que com a chegada do iOS 14, a Apple começou a libertar-se um pouco da Google. Na pesquisa no ecrã principal já vemos a tecnológica americana a direcionar-nos diretamente para sites sem passar pelo motor de busca da Google.

Coincidência ou não, há uns anos a Apple recrutou o diretor do departamento de Pesquisa e Inteligência Artificial da Google, John Giannandrea. Este é agora vice-presidente sénior do departamento de Machine Learning e Estratégia AI na Apple.

Apple quer distanciar-se o mais possível da Google

Embora a presença da Pesquisa Google nos equipamentos da Apple possa parecer o melhor negócio para ambas as empresas, a verdade é que a Apple quer distanciar-se da sua conterrânea. Para isso contribuiu a mais recente ação judicial que as autoridades judiciais americanas levantaram à Google.

O Departamento de Justiça norte-americano moveu um processo judicial contra a Google por alegadas práticas anti-concorrência na Pesquisa Google. Nesse documento são levantadas algumas preocupações relativamente ao acordo existente entre a Google e a Apple.

Importa relembrar que a Google paga anualmente à Apple entre 10 a 12 mil milhões de dólares para que o seu motor de busca esteja pré-definido nos equipamentos da empresa de Cupertino. Todavia, este acordo milionário para a Apple poderá ser rompido pela própria com receios de um eventual processo judicial.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.