Apple enfrenta processo bilionário por patentes da Siri. Sabe os detalhes

António Guimarães
Comentar

Conforme avança o The Wall Street Journal, a Apple está a ser processada pela Shanghai Zhizhen Network Technology Co., uma empresa chinesa de inteligência artificial. A empresa, também conhecida como Xiao-i, alega que a Apple está a infringir as suas patentes com a assistente de voz Siri.

Mais especificamente, a Xiao-i alega que a Siri é uma cópia da sua assistente, que possui a mesma arquitetura e funcionalidades como enviar mensagens e configurar alarmes por voz. A Xiao-i está a solicitar 1.43 mil milhões de dólares em indemnizações.

Além disso, a empresa chinesa solicita que a Apple cesse a produção e venda de todos os produtos que violem a patente mencionada. O processo foi validado pelo supremo tribunal da China. No entanto, a Apple ainda não respondeu ao processo, nem ao The Wall Street Journal.

Conflito entre a Apple e Xiao-i tem quase 10 anos

Este não é o primeiro conflito entre a Apple e a Xiao-i, pois ambas as empresas já andam em disputa há vários anos. A primeira acusação de violação de patentes contra a Siri data de 2013. A Xiao-i já anda a desenvolver o seu sistema de inteligência artificial desde 2003.

A inteligência artificial, também denominada Xiao-i, começou como um bot para conversas no Windows Live Messenger (MSN). Desde então, a plataforma migrou para os sistemas operativos Android e iOS. Desde 2009 que a Xiao-i está registada como assistente virtual. Em relação à Siri, a mesma foi adquirida pela Apple em 2010, ainda sobre a direção de Steve Jobs.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.